Curta o rei no Facebook

.

.

.

.

.

.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Uema abre inscrições para especializações gratuitas

A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UemaNet, abre inscrições para cinco cursos de pós-graduação gratuitas, na modalidade a distância. São elas: Especialização em Ensino da Genética, Psicologia da Educação, Gestão Pública, Gestão Pública Municipal e Gestão em Saúde.

As inscrições acontecem até o dia 09 de agosto de 2014 e podem ser feitas pelo site www.uemanet.uema.br, preenchendo formulários de inscrição, que estão logo abaixo. Além do formulário, o candidato deverá entregar até essa data, no Polo da Universidade Aberta do Brasil - UAB, onde o curso será ofertado e em que pretende se matricular, a documentação constante no Edital e um currículo simplificado que justifique o interesse pela especialização.

A Seleção será realizada por meio da análise do Curriculum Vitae e da documentação necessária. A divulgação do resultado ocorrerá no dia 20 de agosto de 2014 na mesma página de inscrição.

Ambos os cursos terão duração de 18 meses.

Sobre os cursos

Ensino da Genética - São 420 horas e 280 vagas distribuídas nos seguintes polos: Caxias, Codó, Coelho Neto, Dom Pedro, Fortaleza dos Nogueiras, Grajaú, Humberto de Campos, Imperatriz, Porto Franco, Santa Inês, Santa Quitéria, São João dos Patos, São Luís, Timbiras, Bacabal e Açailandia.

Psicologia da Educação – São 450 horas e 310 vagas distribuídas nos polos de: Caxias, Codó, Coelho Neto, Dom Pedro, Fortaleza dos Nogueiras, Grajaú, Humberto de Campos, Imperatriz, Porto Franco, Santa Inês, Santa Quitéria, São João dos Patos, São Luís, Timbiras, Colinas, Timon e Balsas.

Gestão Pública – Com 420 horas, serão ofertadas 235 vagas em oito polos: Coelho Neto, Santa Inês, Santa Quitéria, São João dos Patos, São Luís, Timbiras, Açailandia e Timon.

Gestão Pública Municipal – Com 420 horas, serão ofertadas 85 vagas em três polos: Coelho Neto, Santa Inês e Santa Quitéria.

Gestão em Saúde – Totalizando 420 horas, serão ofertadas 135 vagas em cinco polos: Santa Inês, São João dos Patos, São Luís e Bacabal.

As especializações fazem parte do Programa da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil – SECAD/UAB/CAPES.

Confira abaixo os editais referentes a cada uma e obtenha informações. Confira também formulários de inscrição:

ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DA GENÉTICA

Faça a sua inscrição AQUI.

ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO

Faça a sua inscrição AQUI.

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA

Faça a sua inscrição AQUI.

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL

Faça a sua inscrição AQUI.

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EM SAUDE

Faça a sua inscrição AQUI.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

ENCONTRO DE SOM DUMOU DE LOCAL AGORA É NO PARQUE DE EXPOSIÇÃO

10563459_708747995866839_801550370_n

Marlon Reis lança hoje em São Luís o polêmico livro ‘O Nobre Deputado’

Um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa, o juiz eleitoral do Maranhão, Márlon Reis, lança em São Luís, nesta quarta-feira (23), o polêmico livro ‘O Nobre Deputado’, pela editora Leya. O evento será realizado no Auditório do Fórum Desembargador Sarney Costa, o Fórum de São Luís, às 19h.

Baseado em fatos reais, em ‘O Nobre Deputado’, Márlon Reis apresenta os resultados do trabalho feito a partir do que ouviu de políticos e pessoas envolvidas sobre como se define a eleição de um deputado federal ou estadual. A história foi construída baseada em um personagem fictício, chamado pelo juiz maranhense de ‘Cândido Peçanha’, e ganhou destaque nacional depois de ser usada como base para uma reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo, sobre as artimanhas utilizadas por parlamentares para desviar recursos de emendas.

O juiz maranhense Marlon Reis, com um exemplar do polêmico livro O Nobre Deputado. Foto: Divulgação

A obra rendeu ao magistrado maranhense uma ameaça de representação ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A ação – que não chegou a ser protocolada – foi defendida pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), que se sentiu incomodado com o teor da reportagem exibida no jornalístico. Segundo o peemedebista, a reportagem ‘desestimula o exercício da cidadania e, ao contrário do objetivo veiculado, reforça a ideia de que a política de nada serve à população brasileira’.

Na época da polêmica, no Maranhão, de todos os candidatos ao governo estadual, o advogado e ativista de direitos humanos, Antonio Pedrosa, foi o único a se manifestar publicamente a favor da obra e do juiz. Na Assembleia Legislativa, três deputados estaduais, Hemetério Weba, Carlos Milhomem e Manoel Ribeiro chegaram a lamentar e a criticar duramente o lançamento do livro.

Sinopse

‘Meu nome é Cândido Peçanha. Sou um deputado eleito democraticamente para representar o povo do meu Estado. [...] No Brasil, não importa o Estado, a única coisa que vira o jogo é uma avalanche de dinheiro. O jogo é comprado, vence quem paga mais. Sempre foi assim e sempre será. [...] Meu objetivo aqui é revelar como o poder transforma dinheiro em poder. É um sistema de engenhosidade formidável, complexo e encantador.’ Você sabia que o resultado de qualquer eleição no Brasil já está definido muito antes do encerramento da votação? Antes até da abertura das urnas? Isso nos faz pensar que a vontade do eleitor não vale muito no processo. O que conta é a quantidade de dinheiro arrecadado para a campanha vencedora, que usa a verba num esquema infalível de compra de votos. Arrecadou mais, pagou mais. Pagou mais, levou. Simples assim. Não existem números que comprovem tal fato, mas as diversas entrevistas realizadas por Márlon Reis ao longo dos últimos meses para realizar este livro, parecem desvendar o comprometimento do Congresso Nacional e das Assembleias Legislativas com uma gigantesca máquina que vicia todo o processo eleitoral do Brasil de forma assustadoramente eficiente. Isso explicaria muita coisa… O deputado Cândido Peçanha é uma personificação do que o autor viu e ouviu. Reunimos assim, num único personagem, os testemunhos de vários políticos que, mesmo não se conhecendo entre si e sendo dos mais variados pontos do país, se referem às mesmas práticas de modo minucioso e coerente.

`Por Atual7

Simplício exige cumprimento de acordo feito por termelétrica com moradores de Santo Antônio dos Lopes

O deputado federal Simplício Araújo (SD/MA) demonstrou  preocupação com a situação em que se encontram muitos moradores do município de Santo Antônio dos Lopes e Capinzal do Norte. Até hoje muitas famílias ainda moram em áreas consideradas de risco por estarem perto do Complexo Parnaíba, um dos maiores complexos de geração de energia termelétrica a gás natural do Brasil.

Untitled-3“Quando o complexo termoelétrico foi instalado, em 2010, houve a assinatura de um termo de adesão que garantiria aos moradores das regiões próximas realojamento para áreas mais afastadas, além de garantir a entrega de infraestrutura básica como escolas e creches. Mas, passados quase cinco anos, nada foi entregue. Muitos continuam convivendo com o barulho da termoelétrica, com o cheiro de gás e são constantemente amedrontados pelos funcionários da termelétrica”, afirmou o parlamentar, ao cobrar o cumprimento desse termo de adesão para dar mais tranquilidade ao povo da região.

Segundo relatos, o prefeito de Santo Antônio dos Lopes, Eunélio Mendonça, se mostrou insensível com a situação vivida nos povoados próximos a termoelétrica, mesmo após o município ter recebido recursos dos royalties do gás

“Temos um prefeito que é capaz de cobrar de um candidato ao governo do estado convênios eleitoreiros mas se mostra insensível com relação à situação da população. Um município que já recebeu muito dinheiro proveniente dos royalties mas quem deveria ser o maior beneficiário nunca viu melhoria. Estamos entrando na justiça para bloquear os recursos da termelétrica para forçar o cumprimento do acordo feito com a população”, afirmou o parlamentar.

Segundo o deputado informou, os moradores não podem mais fazer roça ou acender carvão pois, como a usina está ao lado, o risco de incêndio se torna iminente. “Essas famílias tinham na terra sua subsistência, seu sustento. Não podem mais usar a terra e nem recebem compensação financeira”, disse.

Diante da situação, Simplício assumiu compromisso e cobrará, na sexta-feira (18),  juntamente com um grupo de moradores do local, que a Defensoria Pública do Maranhão cobre o cumprimento do acordo, uma vez que o defensor Manoel Pereira Acioli  assinou todos os contratos entre os moradores e a empresa. “As famílias têm direito a ter imediatamente o que lhes fora prometido desde 2012. Por isso iremos entrar com um processo judicial para bloqueio das contas das empresas até o cumprimento do acordo”, ressaltou Simplício.

A usina
o Complexo Parnaíba está localizado em Santo Antônio dos Lopes, no Maranhão.

Integram o complexo as usinas termelétricas Parnaíba I, Parnaíba II, Parnaíba III e Parnaíba IV. Atualmente já estão em operação as usinas Parnaíba I (676 MW), Parnaíba III (176 MW) e Parnaíba IV (56 MW), fornecendo energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

O gás natural que abastece as usinas do Complexo Parnaíba é produzido pelos poços produtores da Bacia do Parnaíba. Atualmente o consumo de gás natural pelas usinas é de cerca de 6 milhões de metros cúbicos por dia. Foram decorridos apenas 18 meses do início das obras até a entrada em operação da primeira turbina do Complexo, em fevereiro de 2013. O Complexo Parnaíba tem capacidade licenciada para alcançar até 3.722 MW.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Dr. Levir Pontes visita Açailândia em busca de apoio politico

O candidato a deputado estadual, Dr. Levir Pontes, esteve ontem segunda em Açailândia, onde na companhia do titular do Blog Rei dos Bastidores Sininger Vidal, visitou varias lideranças politicas no município entre elas o Vice-prefeito e candidato a deputado estadual Juscelino oliveira, ambos na mesma coligação, Dr. Levir 20140721_182557 aproveitou para firmar parcerias e acordos políticos visando o fortalecimento de um Grupo politico que o Medico vem montando em todo o Maranhão.

Dr. Levir Pontes, é candidato pela primeira vez, filiado ao partido Solidariedade, Levi é medico erradicado em Chapadinha, filho do Ex-deputado Pontes de Aguiar, que teve um mandato de vereador, um de prefeito e sete mandatos de Deputado estadual no Maranhão.

A pesquisa da TV Guará, registrada no TSE sobre o numero BR-00223/2014, também mediu a popularidades dos candidatos a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado. E o médico Levi Pontes surgiu muito bem colocado. Dos 529 candidatos a deputado estadual, que disputarão  42 vagas Dr. Levi Pontes apareceu na sétima colocação.

Prefeito Vanderlúcio de São Pedro da Água Branca suspeito de desviar 500 mil reais de reforma de escola

altAidY53VHyiXMky7nY86C4RfTRMZwHFl7FsryvCppoaN4[1]

Em visita realizada a Escola Municipal Pedro Alves Matias, na ultima semana, a vereadora Dra Lillian conversou com funcionários da escola, e na condição de Presidente da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores do Município, ela foi averiguar se ouve reforma e ampliação da escola em cumprimento a um convênio celebrado entre o Governo do Estado, representado pela Secretaria de Educação do Estado - SEDUC, e o Governo Municipal, representado pelo prefeito Vanderlúcio Simão Ribeiro.

"O Estado destinou ao Município de São Pedro da Água Branca o montante de 500. 000,00vanderlucio-simao-ribeiro(quinhentos mil reais) para Reforma e Ampliação da Escola Pedro Alves Matias. O convênio para liberação dos recursos foi assinado com o Município em 27 de Dezembro de 2011, sendo que a empresa Mult Comércio e Serviços LTDA, assinou o contrato para a realização das obras em 29 de Fevereiro de 2012.

Em nossa visita a esta escola constatamos mais uma vez o uso de má fé na destinação da aplicação do dinheiro público. As obras realizadas na escola não correspondem ao valor definido em convênio  e a sociedade precisa saber para onde foi o dinheiro". Disse a Vereadora Dra Lillian, a reportagem do Blog

"Não vi nenhuma obra significativa nesta escola de 2011 para cá que consumisse 500 mil reais". Disse uma professora que trabalha na escola.

Veja informações detalhadas de todo o processo!


RESENHA DE CONVÊNIO. CONVÊNIO Nº 149/2011. PARTÍCIPES: O Estado do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação - SEDUC e a Prefeitura Municipal de São Pedro da Água Branca/ MA.CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO: O presente Convênio tem por objeto a colaboração mútua entre os participes para execução de ações necessárias para a Reforma e Ampliação da Escola Municipal Pedro Alves de Matias, no Município de São Pedro da Água Branca/MA. CLÁUSULA TERCEIRA - DOS RECURSOS: Para execução deste Convênio, serão destinados recursos financeiros no montante de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais). CLÁUSULA QUINTA - DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Os recursos destinados à execução deste Convênio, repassados pelo Concedente, correrão por conta da seguinte dotação orçamentária: Projeto/Atividade: 3008; Fonte de Recursos: 0102 (TESOURO ESTADUAL); PI: CONSTRUÇÃO; Natureza da Despesa: 44.40.42; Item: 42.401; NE: 2011NE04806. Contrapartida da Convenente R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais). CLAÚSULA SEXTA - DA VIGÊNCIA: O prazo de vigência do presente Convênio é de 180 (cento e oitenta) dias, contados a partir da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado, se for do interesse dos partícipes, mediante a formalização de Termo Aditivo. DATA DE ASSINATURA: 27 de dezembro de 2011. BASE LEGAL: Lei Federal nº 8.666/93 e Processo Administrativo nº 16667/2011-SEDUC. FORO: Comarca de São Luís-MA. ASSINATURAS: João Bernardo de Azevedo BRINGEL E VANDERLÚCIO SIMÃO RIBEIRO. ARQUIVAMENTO: Pasta nº 001/2011, sob nº 713 em 27/12/2011, Superintendência de Assuntos Jurídicos/SEDUC. HUGO GEDEON CARDOSO - Superintendente de Assuntos Jurídicos.
Fonte: JUSBRASIL, Pág. 22. Terceiros. Diário Oficial do Estado do Maranhão (DOEMA) de 27 de Dezembro de 2011



REFERÊNCIA: Licitação na modalidade Tomada de Preço 003/2012 -CPL, CONTRATO N.º 031/2012, OBJETO: Contratação de Empresa de Engenharia para Prestação de Serviços de Reforma e Ampliação da Escola Municipal Pedro Alves Matias. CONTRATANTE: Prefeitura Municipal de São Pedro da Água Branca - MA. CONTRATADA: MULT COMERCIO E SERVIÇOS LTDA, CNPJ: 12.665.465/0001-40, com sede sito a Travessa Godofredo Viana, n.º 03, Bairro Centro, Cep: 65.170-000, Município de Icatu, Estado do Maranhão. PRAZO DE EXECUÇÃO: 180 (cento e oitenta) dias. VALOR DOS SERVIÇOS R$ 498.976,13 (Quatrocentos e noventa e oito mil novecentos e setenta e seis reais e treze centavos). DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: ORGÃO: 13 - Prefeitura Municipal de São Pedro da Água Branca, UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: 04 -Secretaria Mun. da Educação Desporto e Lazer, FUNÇÃO PROGRAMATICA: 12.365.0401.1-011 Const. Reforma e Ampliação de Escolas, NATUREZA DA DESPESA: 3.3.90.39 - Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica. DATA DE ASSINATURA DO CONTRATO: 29 de fevereiro de 2012. FUNDAMENTO LEGAL: Lei Federal 8.666/93. SIGNATÁRIOS: Vanderlúcio Simão Ribeiro - Prefeito Municipal de São Pedro da Água Branca - MA e Herik Jullianny Gomes Moura, CPF: 988.860.023-00, representante legal da empresa MULT COMERCIO E SERVIÇOS LTDA.
Fonte: JUSBRASIL, Pág. 198. Seção 3. Diário Oficial da União (DOU) de 09 de Maio de 2012

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Reportagem do Fantástico esconde que prefeita de Mata Roma desviou sozinha quase R$ 43 milhões

A confusa e fraca reportagem exibida nesse domingo (20) pelo programa Fantástico, da Rede Globo, além de decepcionar as expectativas da população do Maranhão, acabou escondendo que só a prefeita de Mata Roma, Carmem Silva Lira Neto (PMDB), desviou o total de R$ 42.896.359,16 (quarenta e dois milhões, oitocentos e noventa e seis mil, trezentos e cinquenta e nove reais, e dezesseis centavos) dos cofres públicos do município. Ela é esposa do ex-deputado estadual Paulo Neto, que tenta voltar à Assembleia nas eleições deste ano com a ajuda da esposa.

De acordo com relatórios da Controladora Geral da União (CGU), ao qual o Atual7 também teve acesso, fiscalizações feitas nas contas de Carmem Neto constatou diversas falhas relativas à aplicação dos recursos federais. Além dos desvios, a peemedebista tem o costume de se apropriar do patrimônio público para uso de parentes e aliados, como os casos recentes de uma escola da rede estadual e um ônibus escolar.

A prefeita de Mata Roma, Carmem Neto, ao lado de seu esposo, o ex-deputado Paulo Neto, que tenta a reeleição. Foto: ReproduçãoOLIGARQUIA DE MATA ROMA A prefeita de Mata Roma, Carmem Neto, ao lado de seu esposo, o ex-deputado Paulo Neto, que tenta a reeleição. Foto: Reprodução

Realizada em março de 2010, a primeira fiscalização constatou que a prefeita de Mata Roma desviou a quantia de R$ 13.719.425,17 (treze milhões, setecentos e dezenove mil, quatrocentos e vinte e cinco reais, e dezessete centavos), por meio de falta de notificação dos recursos federais recebidos; utilização de veículos inadequados para o transporte de alunos; falta de identificação do veículo escolar; irregularidades evidenciadas na execução de contratos; não implementação do Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais do Ensino Básico; deficiência nos atendimentos realizados pelas equipes do Programa de Saúde da Família; aquisição de motocicleta por preço superior à média do mercado, dentre outras coisas menores, mas de devastações milionárias no bolso da população de Mata Roma, que há anos sofre de inúmeros problemas, tais como a falta de água, educação, saúde e saneamento básico. O município é um dos mais pobres do Maranhão, com o IDH inferior ao do próprio estado.

Relatório da CGU de 2010 aponta que Carmem Neto desviou o total de R$ 13.719.425,17 de recursos federais em Mata Roma. Foto: Atual7TRECHOS DA CORRUPÇÃO Relatório da CGU de 2010 aponta que Carmem Neto desviou o total de R$ 13.719.425,17 de recursos federais em Mata Roma. Foto: Atual7

Já em outro relatório, de um fiscalização feita três anos após a primeira, a CGU apontou que a esposa de Paulo Neto garfou ainda mais dinheiro público: o total de R$ 29.176.933,99 (vinte e nove milhões, cento e setenta e seis mil reais, novecentos e trinta e três reais, e noventa e nove centavos) foram desviados dos cofres públicos. Dinheiro federal, sendo estes transferidos pelo Ministério da Saúde, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome e Ministério da Educação, de onde grande parte do dinheiro público desviado saiu.

escola-inexistente-mata-roma-carmem-neto-paulo-neto OBRA DE QUASE R$ 1,5 MILHÃO Trecho do relatório da CGU de 2010 mostra o que deveria ser uma escola para 224 crianças em Mata Roma, na faixa etária de 0 a 5 anos e 11 meses. Foto: Atual7

Segundo a CGU, dentre coisas menores, o dinheiro correu pelo ralo da corrupção por meio da inexistência de competitividade em licitação; novamente transporte público escolar feito em veículos não autorizados pelo Código de Trânsito Brasileiro; pagamentos por reformas e ampliações de escolas do município por serviços não comprovados; falta de recolhimento de contribuições obrigatórias à Previdência Social; não comprovação da aplicação de recursos do Fundeb; movimentação Irregular de Recursos da Conta do Fundeb; movimentação irregular de recursos empregados em Atenção Básica em Saúde; impropriedades na inserção/atualização dos dados do sistema CNES; além de problemas na Assistência Social com os recursos do Bolsa Família.

Na época da segunda fiscalização feita pela Controladoria Geral da União em Mata Roma, os municípios de Água Doce do Maranhão e Arari também tiveram descobertos seus esquemas de drenagem de recursos públicos para favorecimento pessoal de uma elite local em detrimento da maioria da população. Uma nova reportagem com estes dois municípios será publicada pelo Atual7, ainda esta semana.

Wellington faz reuniões e intensifica campanha no interior do estado

O candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS), volta a intensificar sua campanha no interior do estado. No último sábado, 19 de julho, esteve divulgando sua campanha na cidade de Grajaú, distante 578 Km de São Luís. Reuniu-se com a comunidade e várias lideranças políticas da região, realizou panfletagens e efetivou um contato direto com os eleitores.

Wellington do Curso participou ainda da abertura da 37ª edição da Exposição Agropecuária de Grajaú (Expoagra), com a tradicional cavalgada, que acontece anualmente e é um marco no calendário cultural da região do Alto Mearim.
“É importante valorizar todas as manifestações culturais, afinal, a cultura faz parte do cotidiano da população; assim como a educação, saúde e demais necessidades”, destacou o prof. Wellington.

“Tem sido muito boa a aceitação da minha candidatura a deputado estadual. Tenho encontrado no interior do estado muitos alunos, ex-alunos, ex-militares do exército, policiais militares e simpatizantes da campanha e, com isso, fortalece-se a Caravana da Renovação que ainda vai visitar Bacabal, Itapecuru, Pastos Bons, Nova Iorque, Mirador, São João dos Patos, Colinas, Sucupira do Norte e Paraibano entre os dias 20 a 27 de julho”. Dessa forma, Wellington do Curso tem potencializado sua campanha pelo interior e consolidado seu nome por todo estado.

domingo, 20 de julho de 2014

Cristiane Damião compra merenda escolar de laticínio Cris de propriedade de sua irmã e secretaria de Finanças de Bom Jesus

397947_255424461271074_2090410022_n

Desde o inicio do ano letivo municipal de 2013 que a merenda escolar do Município de Bom Jesus das Selvas é composta na sua grande parte por produtos comprados diretamente da empresa “Laticínios Cris”, as mercadorias são adquiridas pela a prefeita Cristiane Damião, que utiliza o dinheiro vindo do Governo Federal para pagar as compras.

A denúncia é grave, a empresa Laticínios Cris, na verdade tem seu nome empresarial registrado da seguinte forma: laticínios córrego novo. A empresa está registrada no nome das senhoras, Marta Silva Trancoso de Campos e Juliana Trancoso de Campos Damião, que vem a ser a atual Secretária de Finanças da prefeitura de Bom Jesus, pra quem ela fornece merenda escolar.

001 (4)

A relação entre as donas da empresa e a prefeita vai além. A empresa se chama Laticínios Cris, porque o Cris é uma abreviação do nome da administradora pública, Cristiane.

O nome fantasia CRIS foi inserido em 2011 para promover o nome da Cristiane em pré-campanha eleitoral, sem serem acusados de crime eleitoral. No final do ano de 2011, milhares de exemplares de calendários do laticínio com foto da Cristiane, contendo frases de efeito desejando “boas festas” foram distribuídos, em uma massiva promoção pessoal.

Toda semana caminhões do laticínio abastecem as escolas municipais com iogurte em garrafas plásticas sem identificação do fabricante, sem prazo de validade e teor nutricional. O caso se agrava e a mercadoria não tem se quer os selos de inspeção sanitária, e por vezes são transportados e mantidos por horas, até dias em veículos ou locais que não possuem sistema de refrigeração.

Como a prefeita se nega em tornar publica a prestação de contas da gestão do ano de 2013, ninguém sabe ao certo o montante do recurso publico federal que está indo parar no cofre das empresas de sua família, principalmente no fornecimento da merenda escolar.

A pratica instaurada em Bom 001 (8)Jesus pala prefeita Cris, é criminosa já que além de colocar em risco a saúde das crianças, ainda pratica crime de improbidade administrativa previsto em Lei, já que compra de empresas de sua própria família, isso sem falar na pratica nefasta do nepotismo, já que sua irmã é a secretaria ordenadora da despesa que de um lado compra em nome do município e do outro recebem em sua própria empresa os vultosos valores oriundos dos cofres públicos. Compra-se de um lado do balcão e recebem do outro. É preciso atentar para o fato de que o fornecimento de merenda escolar para prefeituras são as formas mais utilizadas para desviar recursos públicos. O jornalista Décio Sá foi executado em São Luis por denunciar grupo de agiotas que se utilizavam desta prática para usurpar os recursos públicos.

 

  • Confira:

 

1. Fotos da entrega de produtos alimentícios para merenda escolar de produção do Laticínio Cris (nome fantasia abreviação do nome da prefeita Cristiane), com nome empresarial, “Laticínio Córrego Novo”  no caminhão de entrega com detalhe da placa NND 0382.001 (7)

#sininger #siingerVidal #Rei12 #ReiDosBastidores

2. Consulta Placa do Veiculo que entrega a merenda, comprovando pertencer ao Laticínio Córrego Novo. Consulta Veiculo

 

 

3. Consulta ao CNPJ 04.461.945/0001-43 pertencente a empresa Ind. De Laticínio Córrego Novo, confirmando o controle administrativo pela Senhora Juliana Trancoso de Campos Damião atual Secretaria de Finanças do município de Bom Jesus das Selvas e Irma da Prefeita Cristiane Damião. image

image

 

 

4. O veículo               abaixo        se encontra completamente         fora dos    padrões    exigidos  pela (ANVISA), órgão que fiscaliza à saúde pública.          No descaso, iogurtes são transportados em vasilhames sem     selos,     lacres,           câmaras frias       e sem nenhum tipo de higiêne recomendada pela vigilância sanitária do estado.

httpjornalobicao.blogspot.com.br

001 (11)

]

Denuncias informações pelo whatsapp 99 8805-8850

.

.

.