.

.

.

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Ver. Fanio Mania apresenta projeto de lei que institui o "Setembro Amarelo" em prevenção ao suicídio em Açailândia



O vereador Epifânio Andrade Silva, deu entrada no último dia 22 de Agosto na secretária da Câmara Municipal de Açailândia, o Projeto de Lei que  Institui o mês de "Setembro Amarelo" como o mês de combate ao suicídio em Açailândia.

O projeto tem como objetivo previnir o suicídio no município, promover o debater, a reflexão e a conscientização sobre a  temática e prevenção ao suicídio no município.


contemplado no projeto, a capacitação dos profissionais que atuam na rede de atendimento no município.

Setembro Amarelo, bem como a semana municipal de valorização a vida e prevenção ao suicídio e outras providências.



O projeto institui a semana de Prevenção ao Suicídio, a ser realizada na semana da pátria, encerrando até o dia 10.

O projeto também institui que as secretarias municipais de Educação, Saúde e Assistência Social trabalhem em conjunto podendo realizar palestras nas escolas municipais entre outras atividades voltadas para o combate ao suicídio. O projeto será lido na sessão desta quarta-feira (28/08).



Para o vereador Fanio Mania, é preciso ser feito alguma coisa para evitar que mais pessoas venham cometer suicídio no município, chega de famílias serem destruidas.

Somente esse ano, o município já registrou mais de 10 casos de suicídios.

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Judiciário de Açailândia premia estudantes vencedores do concurso de redação

O Judiciário de Açailândia realizou, na manhã de quinta-feira, 22, a solenidade de premiação da Ação Social “Produção de Redação”, organizada pela 2ª Vara da Família da comarca. Voltada para estudantes de nível médio, a ação teve como objetivo estimular a leitura e a escrita, fazendo despertar o interesse pela reflexão sobre temas relacionados à cidadania, à cultura, ao lazer e à sociedade.
A entrega dos prêmios aconteceu na Escola “Antonio Carlos Beckman, por suas alunas terem conquistado as três primeiras colocações do concurso, obtendo as seguintes classificações e premiações: Maria Leticia Silva de Andrade (1º lugar – 1 notebook); Anyele Oliveira do Nascimento Vieira (2º lugar – 1 smartphone) e Ana Beatriz Correia da Silva (3º lugar – 1 tablet).
A ação foi organizada pela juíza Clécia Pereira Monteiro (2ª vara da família), idealizadora de diversas iniciativas em favor da infância e juventude em Açailândia. Nesta última, mais de 700 alunos da rede pública estadual e federal redigiram sobre o tema “O uso excessivo das redes sociais e suas consequências”. Esse tema foi escolhido com a finalidade de debater sobre a influência das redes sociais na vida de adolescentes, incentivando a reflexão sobre o uso das plataformas de interação social.
O Poder Judiciário é parceiro da sociedade civil, buscando garantir continuadamente a crianças e adolescentes os direitos previstos no ECA, de forma que possamos ter uma educação de qualidade para o futuro da nossa juventude”, destacou a juíza, sobre o projeto.
Na premiação, a juíza parabenizou a direção e os professores da escola vencedora, pelo compromisso com a qualidade da educação na cidade de Açailândia. Agradeceu, ainda, aos integrantes da banca examinadora, que participaram de forma voluntária neste projeto: Frederico Feitosa, juiz de Direito; Gleudson Malheiros Guimarães, promotor de Justiça; Lívia Cavalcante Bessa, defensora pública; Daniel Galvão, advogado e Rafael Rodrigues, técnico judiciário da comarca.
Estiveram presentes na solenidade, o promotor de Justiça Gleudson Malheiros Guimarães; adefensora pública Lívia Cavalcante Bessa; o  presidente da subseção da OAB de Açailândia, Daniel Galvão; o gestor regional da Seduc, João Bosco Gurgel, professores, diretores e alunos das escolas e servidores do Judiciário.
Participaram do concurso as escolas Isaura Amorim (Cidelândia); Darcy Ribeiro, José Cesário, Lourenço Galletti, Joviana S. Farias, IFMA, Antonio C. Beckman. O Regulamento da ação foi publicado no dia 19/03/2019 no Diário da Justiça Eletrônico. E o resultado final foi divulgado pela Portaria Judicial nº 06/2019, de 30 de julho de 2019, assinada pela juíza da 2ª vara da família.
ASCOM/TJMA

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Com graves problemas de saúde prefeito de Açailândia renuncia ao cargo

Resultado de imagem para juscelino oliveira

O prefeito de Açailândia Juscelino Oliveira (PCdoB) renunciou ontem, quinta-feira (22) ao cargo de prefeito da cidade de Açailândia e alegou o seu afastamento em virtude de a problemas de saúde. Ele entregou a sua carta de renúncia ao presidente da Câmara Municipal de Açailândia.

A decisão de Juscelino Oliveira foi anunciada aos secretários durante uma reunião de emergência na tarde ontem em Açailândia, após o prefeito tomar conhecimento da gravidade da sua saúde. Á noite ele entregou a sua carta à Câmara Municipal de Açailândia que imediatamente deu posse ao vice-prefeito Aluísio Sousa.

De acordo com a carta de renúncia, ele disse que tomou essa decisão porque ele precisava cuidar de sua saúde e essa decisão foi acordada com a família dele. Ele disse também que descarta qualquer possibilidade de comentários a respeito dessa decisão que tenha sido por outros motivos.

Entenda o caso

Em 2017 o prefeito Juscelino Oliveira foi levado às pressas para um hospital em São Paulo para tratar de um problema de saúde no pulmão.

Na ocasião, ele passou por intervenções cirúrgicas para a retirada da parte de um pulmão. Na ocasião também foi detectado que havia comprometimento de uma das artérias do coração e que havia necessidade de um tratamento de urgência, mas que não poderia ser feito paralelo à cirurgia para tratamento de um câncer no pulmão.

O prefeito Juscelino não obedeceu às ordens de urgências médicas para o tratamento do coração e a situação se agravou obrigando-o a renunciar ao cargo, e, agora longe dos problemas da administração pública irá cuidar da sua saúde.

Com a renúncia, quem assumiu o comando do Município é o vice-prefeito Aluísio Sousa, do partido Solidariedade. Na eleição em que os dois vitoriosos eles obtiveram 33.652 votos e essa foi considerada a maior votação obtida em Açailândia.

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Por motivo de Saúde Prefeito Juscelino abre mão do cargo e Vice Aluísio vai assumir em Açailândia

Resultado de imagem para juscelino oliveira

O prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira (PCdoB) por motivos de Saúde, vai abrir mão do cargo. 

Com a renúncia de Juscelino, o município será comandado pelo vice-prefeito, Aluísio Sousa (SD).


Defensoria Pública realizará nesta quinta-feira, audiência pública para discutir implantação de leitos de UTI em Açailândia


A Defensoria Pública Estadual (DPE/MA), em Açailândia, realizará nesta quinta-feira (22), às 9h, na Câmara Municipal de Vereadores, audiência pública visando discutir com autoridades diversas, movimentos sociais, entidades representativas e comunidade, estratégias que possibilitem ou obriguem Estado e Município a implantação de leitos de UTI na cidade, o que atualmente não acontece.
No encontro, serão extraídos dados, informações e depoimentos que subsidiem a Defensoria na produção de um relatório que será encaminhado aos responsáveis para tentar garantir, extrajudicialmente, a implantação dos leitos de UTI em Açailândia. Caso o impasse não seja resolvido administrativamente, a Defensoria poderá ingressar com Ação Civil Pública no sentido de garantir este direito à população.
O encontro se deve pelos constantes pedidos da DPE de Tratamentos Fora do Domicílio (TFD), que é um dispositivo que garante o deslocamento, o atendimento de urgência e emergência e subsistência de pacientes em outra cidade ou estado quando não houver tal tratamento em seu município de origem. A maioria dos pacientes são encaminhados para Imperatriz (cidade vizinha), que, segundo a Defensoria, também sofre com a superlotação e falta de leitos para tratamento intensivo.
A tratativa foi idealizada pelo defensor público de Açailândia, Marcelo de Miranda Taglialegna, e contará com a participação da defensora, Livia Cavalcante Lessa Bessa, e de Arthur Moura Costa, defensor público titular em Imperatriz.
Foram convidados representantes dos poderes Executivo Estadual e Municipal, Ministério Público, Legislativo, dentre outros segmentos que administrem, usufruam ou atuem direta ou indiretamente na luta pela garantia constitucional do acesso à saúde.
Da Assessoria

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Pai invade escola com facão e agride aluno para se vingar, em Açailândia


Na noite desta terça-feira (20/08), o 26 BPM foi informado via Copom, de que um indivíduo armado com um "Facão" havia invadido a Escola Municipal AULIDIA Gonçalves, localizada na Vila Ildemar e feriu com cortes um aluno.

O aluno agredido menor de idade de iniciais MSS, filho de um segurança conhecido como "Negão da Bolacha", segundo informações da polícia militar a vítima teria agredido o filho do agressor também menor, das iniciais ASM.

A professora informou aos policiais de que o agressor é pai do menor ASM, e que ele queria vingança. A ronda Escolar foi em busca do agressor identificado por Antonio Francisco Neres Morais, o mesmo fugiu do local e até então não foi preso.





A ronda escolar orientou a direção da escola a fazer um B.O contra o agressor, a professora que estava na sala invadida não quis que seu nome fosse revelado, a mesma passou mal na sala e foi atendida na UPA, foi medicada e passa bem.

Com informações do 26 BPM de Açailândia

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Homem é preso após fazer casal refém em uma residência no centro, em Açailândia


No início da manhã desta segunda-feira (19/08), policiais da Copom foram informados sobre um suposto assalto a uma residência no centro da cidade, nas proximidades da câmara municipal.



A equipe foi informada que o suspeito Nisley Sousa Gomes, vulgo (De menor), estaria em uma residência fazendo de reféns o casal proprietários da mesma.

De menor invadiu uma residência localizada na rua Rio Branco, e feito de reféns um casal, o mesmo estava de posse de um revólver, que ameaçava a todo instante as vítimas Maria do Carmo e João Tavares.

Diante desta situação João Tavares e De menor centraram em luta corporal, com isso as duas vítimas acabaram sendo agredidas pelo suspeito, e tiveram que receber atendimento médico.

João Tavares levou vários golpes na cabeça e no pé. Ao chegar no local o suspeito já havia evadido da residência, então a GU saiu em busca do mesmo nas proximidades, quando abordaram o Sr. Daniel Brito e o mesmo informou que De menor estava escondido em sua residência.



O suspeito foi preso e entregue sem lesões corporais a Delegacia Regional de Açailândia para procedimentos cabíveis.

Com informações 26° BPM de Açailândia

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

150 famílias do município de Itinga do Maranhão sofrem ameaça de despejo

Resultado de imagem para acampamento sem terra

Em ato de violência, a Justiça determinou o despejo de 150 famílias do acampamento Marielle Franco, no município de Itinga do Maranhão, região amazônica do estado. A área pertence à União, mas vem sendo requerida pela empresa Viena Siderúrgica S/A, incluída no cadastro “Lista Suja” do trabalho escravo desde 2012.

Apesar de datado para 27 de agosto, o despejo pode acontecer a qualquer momento. A ação foi expedida pela juíza Alessandra Lima dia 12 de junho de 2018, mas em julho do mesmo ano foi suspensa. No entanto, a juíza Vanessa Lórdão assumiu a Comarca de Itinga em julho de 2019 e no mesmo mês reiterou a ação de despejo.

Uma equipe técnica da Comissão Estadual de Prevenção e Combate à Violência no Campo (COECV), anteriormente impedida de ter acesso ao acampamento por seguranças da empresa armados esteve no local e constatou o acampamento como uma comunidade consolidada.

ACAMPAMENTO
Há mais de um ano 150 famílias vivem no acampamento, considerado o maior produtor de alimentos na região. Entre os principais alimentos, estão: arroz, abóbora, milho e hortaliças. A organização produtiva é colaborativa e cada família possui três linhas de roças destinadas à subsistência e venda nas feiras de Itinga.

Com admirável organização coletiva, os acampados já estruturaram o local com um ônibus, uma mercearia, duas igrejas e uma escola, construída pelos próprios moradores e reconhecida pelo município como anexo da Escola Municipal Luís Rocha, com cerca de 90 alunos matriculados no ensino infantil, fundamental e ensino de jovens e adultos e sete funcionários.

CONFLITO

Apesar da organicidade, do bom convívio com os governos do estado e município, os moradores denunciam constantes ameaças por parte de seguranças armados da Siderúrgica Viena, que inclusive os impedem de trafegar por determinados locais e restringir acesso que reduziria em 30km o deslocamento até a cidade.
A área é uma gleba pública, pertencente à União. No entanto, a empresa requer a retomada de posse urgente, alegando sofrer graves prejuízos financeiros. Por outro lado, anualmente a empresa fatura mais de US$ 150 milhões de dólares, atuando especialmente no modelo de exportação. Somente no ano de 2007, a empresa faturou US$ 145.419.560, garante a publicação do Caderno CRH v. 21, da Universidade Federal da Bahia.

Relatório do Greenpeace aponta que a empresa é fornecedora da siderúrgica Columbos, nos Estados Unidos e operada pela Severstal, uma gigante do aço Russa que atende montadoras como a Ford, BMW e Mercedes. Em contrapartida ao lucro milionário, a empresa possui extenso histórico de denúncias pelo crime de trabalho escravo em suas carvoarias e crimes ambientais, como o uso de mata nativa extraída de áreas protegidas como reservas biológicas e áreas indígenas.

As famílias garantem que irão resistir, pelo direito à moradia e à vida plena. A produção de alimentos e as aulas das crianças, jovens e adultos segue o ritmo habitual, com o apoio da sociedade civil, que soma forças à causa do acampamento Marielle Franco.