.

.

Curta o rei no Facebook

.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Prefeito Juscelino recebe do governador Flávio Dino uma Patrol “Zero quilômetro”.



Prefeito Juscelino Oliveira testou pessoalmente a nova Patrol que irá beneficiar o Município de Açailândia...







O governador Flávio Dino entregou, na última sexta-feira (10), mais 20 motoniveladoras para municípios maranhenses melhorarem as estradas vicinais. Com esse novo lote, já são 58 entregues pelo Governo do Estado, com investimentos de mais de R$ 30 milhões.
No último feriado de 15 de novembro o prefeito Juscelino Oliveira, acompanhado de assessores, se deslocou até o pátio da Secretaria de Infraestrutura e urbanismo, para ver de perto e com mais atenção a máquina “zero quilômetro” que irá beneficiar a população de Açailândia na recuperação de ruas que ainda não receberam asfaltamento, e, principalmente,  a população da Zona Rural que utilizam as estradas vicinais para o escoamento de suas produções, bem como, para o deslocamento dos estudantes da rede pública de ensino.
Na entrega oficial aos prefeitos, o governador Flávio ressaltou que, mesmo num período de término do ano fiscal, o Governo do Estado tem dado prioridade às parcerias com os municípios. “Acreditamos no federalismo cooperativo, em que o Estado ajuda os municípios na medida do possível e em programas que são essenciais, como este, gerando emprego e renda”, observou.

Parceria

O prefeito Juscelino ressaltou que essa doação feita pelo governador do Estado, será primordial para a recuperação do grande número de estradas vicinais do município, haja vista que, o inverno está se aproximando e recuperar essas estradas custa muito caro, pois muitas das vezes, faz-se necessário alugar esse tipo de equipamento. “Com essa máquina novinha poderemos melhorar muito as nossas estradas vicinais, uma cobrança efetiva dos moaradores da Zona Rural”, disse Juscelino.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, disse que as motoniveladoras ajudam a escoar a produção e a dar à população acesso aos serviços públicos. “Serão no total 90 unidades entregues no Maranhão”, informou.

Polícia Militar Prende Motociclista Com Papelotes de Maconha.



“A dupla SUSPEITA foi presa pelo Esquadrão Águia na tarde desta quinta-feira (16), na Avenida do Quartel com dinheiro e Papelotes de Maconha.”

Na tarde desta quinta-feira (16 de novembro), por volta das 17h40, uma equipe do Esquadrão Águia da Polícia Militar do 26º BPM de Açailândia realizavam trabalho de abordagem de rotina. Quando se depararam com DUAS PESSOAS em atitude suspeita, que trafegavam juntos em uma Moto Titan Vermelha nas mediações da Avenida do Quartel/Bairro Residencial Tropical, e ao serem abordados e revistados pelos POLICIAIS. O MOTOCICLISTA foi flagrado na posse de 7 SETE PAPELOTES que continha uma substância análoga a MACONHA. A POLÍCIA também encontrou com um deles a quantia de R$ 15,00 reais em dinheiro.  Diante da situação em flagrante FRANCISCO DA CONCEIÇÃO GOMES e o CARONA de nome não MENCIONADO receberam voz de prisão e imediatamente conduzidos para a permanência da 9ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Açailândia, onde foram apresentados sem NENHUMA LESÃO CORPORAL.

Materiais Apreendidos: MOTO TITAN 150 VERMELHA // Carteira com documentos pessoais; CNH, Identidade, documentos da moto, cartão de banco. R$ 15,00 quinze reais em dinheiro e 07 saquinhos (papelotes) de uma substância tipo/parecida com MACONHA.
Blog Folha de Cuxá

Com Informações do 26º BPM de Açailândia.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Loirão encontrado morto em Açailândia

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, shorts e atividades ao ar livre

Na manhã desta quinta feira o corpo de um homem foi encontrado na rua 13 de julho, no setor do Casqueiro/ Bairro Laranjeiras. A Polícia suspeita de que o rapaz que era conhecido por ser usuário de drogas e pedir dinheiro ou comida nas proximidades da rodoviária, pode ter sido morto a tiros em outro local e em seguida tendo seu corpo jogado no setor. O rapaz era conhecido pelo apelido de "Loirão"

terça-feira, 14 de novembro de 2017

IMPERATRIZ - Operação prende 14 policiais militares envolvidos em crimes





A Operação Diamante Negro, coordenada pelo Ministério Público do Maranhão em parceria com a Polícia Civil, prendeu 14 policiais militares envolvidos em uma quadrilha em Imperatriz, na última quinta-feira, 9. O grupo criminoso era comandado por Heverton Soares Oliveira.

A operação foi realizada pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) e a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). A titular da 3ª Promotoria de Justiça Criminal de Imperatriz, Raquel Chaves Duarte, a delegada da Polícia Civil, Nilmar Gama, acompanharam todo o procedimento.

Durante sete meses de operação, as instituições descobriram uma organização criminosa especializada em tráfico de drogas e armas, homicídios, extorsões, assaltos a instituições financeiras e caixas eletrônicos.

HISTÓRICO

Em junho, uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público  prendeu o chefe da quadrilha, Heverton Soares Oliveira, e o policial militar Mahilton Pereira Pacheco, na cidade de Bela Vista, portando arsenal bélico, incluindo fuzis, carregadores e munições. Heverton, entretanto, foi posto em liberdade, em outubro, pela Justiça do Maranhão. Por um erro de alvará, não puseram tornozeleira eletrônica no réu que saiu em liberdade provisória.

O policial militar Mahilton Pereira tem mais três mandados de prisão. Em 9 de fevereiro deste ano, ele participou do homicídio do serralheiro Josley de Sousa, ocorrido na Avenida da Liberdade, em Imperatriz. No mês de maio, outra ação do policial fez duas vítimas: Júlio dos Santos Souza e Joalis Ribeiro de Oliveira, que morreram após uma briga entre integrantes da quadrilha.

Mahilton Pereira também tem prisão decretada pela Seic, por suspeita de envolvimento em assaltos a banco e tráfico de armas.

Foram presos os policiais militares Wilson Castro do Nascimento, John Mayke Barros de Sousa, Hermano Lima de Queiroz, Wictor José Santos Lira, Brenno Duarte Bezerra e Jack Helson Nascimento Assunção, este da PM do Pará.

No Comando da Polícia Militar, em São Luís, apresentaram-se na quinta, 9, e sexta, 10, os policiais Gerson Vieira dos Santos, Bruno Silva Santos, Danny Wuely Galvão Amaral, Paulo Weberth dos Santos, João Batista Viana Fonseca, Rodrigo Azevedo Correia e Jorge Lucas Melo Garcia.

No momento, somente Heverton Oliveira e seu cúmplice Keverton Deib, que não são militares, estão foragidos.

Sobre as prisões, a promotora Raquel Chaves, declarou: “Esta operação representa um importante passo para a desarticulação das ações criminosas perpetradas por esse grupo que operava em vários estados, cometendo delitos de toda sorte”.

Redação: Iane Carolina (CCOM-MPMA)

MPMA pede indisponibilidade de bens de ex-prefeito do Brejão, Alexandre Araújoe outros 6 envolvidos em ilegalidades em convênio

ALEX-NO-GABINETE

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) requereu, em Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, no dia 1º de novembro, a indisponibilidade dos bens de sete réus, entre eles, o ex-prefeito de São Francisco do Brejão, Alexandre Araújo dos Santos e o empresário João Batista de Paiva Júnior, sócio-administrador da empresa Soloágua, Construções e Perfurações Ltda.
Além da empresa, também são citados na ação o ex-secretário municipal de Administração, José Roberto Canela de Sousa, e do ex-gestor do Fundo Estadual de Saúde (FES), Sérgio Sena de Carvalho.
Baseada no Inquérito Civil nº 07/2015 –PJ/ACAI, a solicitação foi formulada pela titular da 1ª Promotoria de Justiça de Açailândia, Glauce Mara Lima Malheiros. São Francisco do Brejão é termo judiciário de Açailândia.
CONVÊNIO
O objetivo do pedido é garantir o ressarcimento de R$ 412 mil, referentes a um convênio firmado em 2011 entre o Município e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), que resultou na contratação da Soloágua, Construções e Perfurações Ltda. para a execução das obras.
O convênio nº 128/2011 previa a implantação de um sistema simplificado de abastecimento de água para 52 residências, no bairro Vila Pitica. Previa, ainda, o repasse de R$ 399,6 mil pela SES e a contrapartida do Município no valor de R$ 12,4 mil.
ENTENDA O CASO
A Soloágua, Construções e Perfurações Ltda foi contratada pelo valor total de R$ 411,6 mil para executar as obras do convênio, cujo prazo de conclusão foi prorrogado duas vezes.
Com os R$ 119.820,00 recebidos, em 4 de julho de 2012, em função da primeira parcela do convênio, a empresa concluiu somente 6,62% das obras, tendo sido aplicados somente R$ 27.262,50. “Este percentual somente foi aplicado às obras após a emissão da nota fiscal pela Soloágua”, relata a promotora de justiça. O documento foi atestado pelo ex-secretário de Administração do município, José Roberto Canela de Sousa.
Antes de ter conhecimento da porcentagem concluída das obras, o ex-prefeito repassou à empresa o valor de R$ 200 mil, referentes à segunda parcela do acordo. O percentual foi constatado somente 12 dias após o repasse.
Após a transferência de duas parcelas, foi verificado que a empresa havia executado somente 36,85% das obras, faltando, ainda, a rede de distribuição e as ligações domiciliares do sistema.
“O valor total das duas parcelas repassadas ao Município é de R$ 319,7 mil, mas somente foi justificado o gasto de R$ 200 mil. Assim, faltam, ainda, R$ 119,7 mil dos quais não foram prestadas contas e sequer foram devolvidos aos cofres do Estado”, explica a representante do MPMA.
O Ministério Público também apurou que, em 20 de dezembro de 2012, foram transferidos R$ 120.325,39 das contas bancárias do convênio a um beneficiário desconhecido.
PERÍCIAS
Em agosto e setembro de 2016, perícias realizadas pelo Instituto de Criminalística de Imperatriz (Icrim) nas obras, paradas desde 2012, constataram e a falta de execução e/ou execução parcial de itens do projeto inicial. Outra irregularidade observada foi a diferença de 177m entre as profundidades previstas para os poços (300 m) e as de fato perfuradas (123m).
“As perícias demonstraram que, para a conclusão da obra, ainda falta a aplicação de R$ 170.953,91. O valor gasto com o que foi executado foi de R$ 63.003,35, o que equivale a um percentual de 36,85% dos serviços. Além disso, houve superfaturamento do valor da obra”,reforça Glauce Malheiros.
IMPROBIDADE
Se forem condenados por improbidade administrativa, os acusados estarão sujeitos à perda eventual de funções públicas, ao ressarcimento integral do valor recebido e à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco a oito anos.
As penalidades incluem o pagamento de multa civil até o dobro do dano e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.
DENÚNCIA
As ilegalidades também motivaram o MPMA a oferecer Denúncia contra o ex-prefeito Alexandre Araújo dos Santos, o empresário João Batista de Paiva Júnior e o ex-gestor do Fundo Estadual de Saúde (FES), Sérgio Sena de Carvalho.
Caso condenados, estarão sujeitos às penas previstas no artigo 1º, inciso I, do Decreto-lei nº 201, de 27 de fevereiro de 1967 (Apropriar-se de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio).
O MPMA também pede a condenação de Alexandre Santos às sanções previstas no artigo 1º, inciso VII, do mesmo decreto (Deixar de prestar contas, no devido tempo, ao órgão competente, da aplicação de recursos, empréstimos subvenções ou auxílios internos ou externos, recebidos a qualquer titulo).
Outro pedido é a identificação do beneficiário da transferência de R$ 120,3 mil das contas do convênio.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Primeira Dama Josélia Santos participa de ações e lança oficialmente programa “Criança Feliz” em Açailandia




A primeira dama Josélia Santos, participou na manhã desta sexta-feira (10), de um evento denominado “Dia de Ações Concentradas”, na Praça da Cultura, realizado pela prefeitura de Açailândia, desenvolvido pela Secretaria da Assistência Social e Secretaria de Cultura, em parceria com as secretarias: de Meio Ambiente, Indústria e Comércio e Educação, além de Esporte e Juventude.
O dia de cidadania foi aberto com a execução do Hino Nacional, que teve a participação da Associação dos Surdos e Mudos de Açailândia, que na ocasião fizeram a apresentação do hino de forma gestual em libras. Presentes no evento, os secretários de governo; Cleones Matos (Ind. e Com.), Rosa Nascimento, (Gabinete), Vera Carvalho, (Administração), Zetinha Sampaio, (Assistência Social), Enoy Brito, (Cultura), Maysa Vieira, (Educação), Wilton Lima (Comunicação), servidores e, em destaque Sininger Vidal (Meio Ambiente) que foi surpreendido com o cântico de “Parabéns pra Você”…. pela passagem do seu aniversário que transcorre hoje.
O prefeito Juscelino não pôde comparecer ao evento, porque no mesmo horário cumpria agenda de compromisso na capital maranhense com o governador Flávio Dino. Em São Luís Juscelino Oliveira participava do ato de entrega de 20 moto-niveladoras que foram entregues para algumas cidades, dentre elas, Açailândia foi uma das contempladas com uma moto-niveladora.
Na Praça da Cultura a Josélia Santos, falou da alegria de participar de evento de tamanha importância para Açailândia. Se emocionou em falar que aquele local (A PEC) marca muito a sua vida. “Foi na Praça da Cultura que pela primeira vez e de forma muito tímida peguei em um microfone pela primeira vez e coincidentemente em outro evento especial como este, voltado para a assistência social e para mim é gratificante mais ainda está realizando e lançando oficialmente o programa “Criança Feliz” em Açailândia. Ele vai ajudar muitas famílias e beneficiar muitas famílias de nossa cidade, principalmente no acompanhamento de recém-nascidos a três anos de idade”,frisou Josélia Santos.
Famílias de Açailândia, principalmente da Vila Ildemar, onde aconteceu o dia de cidadania, participaram de várias ações, como: Tiragem de Carteira de Trabalho; do Idoso, Aferição de Pressão, distribuição de mudas de plantas nativas, artesanato, entretenimento e baile para idosos, consultório médico e muita diversão para a criançada, além da distribuição de brindes por meio de sorteio e entrega de certificados de cursos profissionalizantes e de informática.
PROGRAMA CRIANÇA FELIZ

O Programa “Criança Feliz”, foi lançado em outubro/2016, pelo presidente Michel Temer, quando o mesmo presidia o país interinamente. Trata-se de um projeto para atender presencialmente todos os filhos de beneficiários do Bolsa Família. O alvo do programa é dar assistência a crianças nos primeiros 1.000 dias de vida (até os 3 anos de idade).
Em Açailândia, só agora o programa está sendo implantado, graças ao empenho da Secretária Zetinha Sampaio, o apoio da primeira-dama Josélia Santos e o endosso do prefeito Juscelino Oliveira, o programa começa a existir de fato e de direito dentro do município. O “Criança Feliz” vai atingir todos os bairros de Açailândia, com servidores e assistentes sociais visitando famílias em cada bairro, desde o Pequiá ao bairro Laranjeiras e adjacentes.
Em comunidades mais pobres, há grande dificuldade no estímulo de crianças na 1ª infância. Os reflexos podem ser devastadores no restante da vida desses indivíduos, que às vezes acabam tendo problemas na alfabetização e no convívio.
Esse projeto proposto pela primeira-dama Marcela Temer, é um programa que incentiva as famílias a cuidarem melhor das suas crianças, isso acontece através de visitas promovidas por assistentes sociais, orientando essas famílias de como o tratamento deve ser feito, de como a amamentação deve acontecer e também de algumas dicas de nutrição infantil.
Tudo isso é importante para garantir que essas crianças tenham um crescimento mais adequado, fazendo com que o desenvolvimento infantil seja de melhor qualidade. Isso é fundamental para garantir com que o país se desenvolva com mais qualidade, já que crianças bem alimentadas, nutridas e também aconselhadas, tem uma perspectiva de vida melhor.
Além de tudo isso, esses assistentes sociais também promovem o acompanhamento das vacinas das crianças, assim, caso a família não esteja acompanhando o ciclo básico do SUS, os orientadores dão dicas e falam da importância de manter essas proteções em dia.
ASCOM/PMA
Por Antônio Maria

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Educação Ambiental Através da Conscientização

Imagem relacionada

Na quarta-feira pela manhã dia 09/11/2017, foi realizada a segunda etapa da campanha de conscientização ambiental referente a poluição sonora, os agentes de fiscalização ambiental da Secretaria de Meio Ambiente em parceria com a Sala Verde, desenvolveram uma ação em conjunto que consistiu em, conscientizar e informa os lojistas e comerciantes das principais ruas e avenidas do município de Açailândia; Marly Sarney, Duque de Caxias, Tácito Caldas e Rua São Luís, quanto a pratica da utilização de caixas amplificas nas portas de seus respectivos estabelecimentos comerciais para divulgação de propagandas.

Pratica essa tipificada como poluição sonora pelos altos volumes praticados, onde funcionários e outros lojistas que não utilização desta pratica bem como os transeuntes sentem-se prejudicados com os abusos sonoros praticados, através das caixas amplificadas para fim de propaganda comercial das lojas bem como locução ao vivo e ainda a utilização de carros de som parados nas portas das lojas para o mesmo fim comercial. Os estabelecimentos não apresentaram licença ambiental para usar caixas de som nas portas das lojas com o intuito de atrair clientes e divulgar produtos. 

De acordo com Lei Municipal, que trata de Poluição Sonora de nº 320/2009 em seu artigo 8º, as lojas não podem usar esses aparelhos com essa finalidade; apenas o som ambiente é permitido.

Nos estabelecimentos visitados foram dos mais variados, como lojas de cosméticos, lojas de vendas de celulares, roupas e confecções e principalmente farmácias, os agentes de fiscalização ambiental identificaram a pratica de poluição sonora em todos os estabelecimentos visitados, sendo um agravo a lei.

Poluição Sonora, se remete a qualquer ruído que possa prejudicar a saúde, remete-se a um som com o volume extremamente alto ou a um ruído ou barulho que interfira negativamente na qualidade de vida.

Os lojistas e comerciantes foram NOTIFICADOS de forma verbal pela equipe de fiscalização ambiental que tinham que sanar aquela pratica e que em outro momento se assim fosse identificado a continuidade da utilização das caixas amplificadas seriam multados seguido de recolhimento das caixas de som.
Efeitos:
Acima dos 65 dB os indivíduos apresentam colesterol elevado, diminuição do sistema imunológico e aumento dos índices de morfina, podendo tornar o indivíduo quimicamente dependente. É acima dos 70 dB que abala a saúde mental, há incidências de zumbidos, tontura, aumentam as chances de infartos, além de começar a afetar as estruturas de audição, progressivamente levando a perdas auditivas, podendo chegar a surdez.
Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), um ruído de 50 dB já prejudica a comunicação e, a partir de 55dB, pode causar estresse e outros efeitos negativos. Ao alcançar 75 dB, o ruído apresenta risco de perda auditiva se o indivíduo for exposto ao mesmo por períodos de até oito horas diárias.
O som é a sensação auditiva que nossos ouvidos são capazes de detectar, ele é definido como a compressão mecânica ou onda mecânica que se propaga em algum meio. Sons de qualquer natureza podem se tornar prejudiciais à saúde quando emitidos em grande volume, ou seja, elevada intensidade. 
Os autos volumes sonoros praticados por qualquer fonte são tipificados como poluição sonora e é crime ambiental previsto na Lei Federal de nº 9.605/98, bem como é enquadrado no Decreto-Lei Nº 3.688, de 3 de outubro de 1941.

Art. 42. Perturbar alguém o trabalho ou o sossego alheios:
        I – Com gritaria ou algazarra;
        II – Exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
        III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;

        IV – Provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda

Campeonato de Futsal da Terceira Divisão de Açailândia Entra na Sua Reta Final



O Campeonato Municipal de futsal da 3ª terceira divisão está chegando à reta final. Durante essa semana os times participantes estão na fase classificatória MATA!  MATA! Oitavas de final em mais uma EMOCIONANTE rodada de classificação, que contou com a participação de 46 de equipes esportivas, os jogos estão sendo realizados na QUADRA DA SEDEJ/CENTRO.  As partidas desta fase final foram entre os times MASTER GLÓRIA 4x7 SUPER ONZE e GETAT 4x4 no tempo normal decidida na disputa por pênalti onde o vencedor foi o TIME DO GETAT, já o time do JKELY VARIEDADES ganhou por 6x2 CAM e REPUBLICA DO AÇAI 1x1 FUT VILA no tempo normal, sendo que na disputa por pênaltis sagrou-se vencedor o time da REPUBLICA DO AÇAÍ.

FASE CLASSIFICATÓRIA – MATA! MATA! VENHA TORCER PELO SEU TIME!!! - Na noite desta quinta-feira, 09/11, continuam os confrontos ENTRE OS JOGADORES, o primeiro jogo é entre o time do JKELLY VARIEDADE versus R. DO AÇAÍ ás 19:30 horas, a segunda partida é entre o time do CHAPADÃO e o time do GETAT ás 20:30 horas, e fechando a rodada de disputas os times BAR DO IUDES e FILHO DA HONRA ás 21:10 horas.

O CAMPEONATO MUNICIPAL de FUTSAL da Terceira Divisão é uma organização da SEDEJ/Secretário GLEN SOARES através da Prefeitura de Açailândia, com apoio do PREFEITO JUSCELINO OLIVEIRA – Incentivando o ESPORTE AMADOR e contribuindo na confraternização entre amigos e famílias de Açailândia.

Blog Folha de Cuxá