.

.

Curta o rei no Facebook

.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Justiça determina o afastamento da prefeita de Axixá por perseguir servidores

Atendendo o pedido do Ministério Público do Maranhão (MP/MA), a Justiça determinou o afastamento, pelo prazo de 120 dias, de Roberta Maria Gonçalves Barreto (PMDB), do cargo de prefeita do município de Axixá. O afastamento, no entanto, será sem a perda da remuneração mensal. No lugar de Roberta Barreto, toma posse imediata o vice-prefeito do município, Zé do Jaime (PPS).Prefeita afastada de Axixá, Roberta Barreto. Foto: Reprodução

Sobre a atual prefeita de Axixá pesa uma série de acusações de irregularidades administrativas, a exemplo de dispensa e afastamento de servidores públicos do quadro efetivo de forma verbal, edição de decreto para recadastramento do funcionalismo, com determinação de juntada dos extratos bancários dos meses de setembro a novembro de 2012, sustação de pagamento dos referidos servidores, relotação sem o devido processo administrativo e determinação para manipulação do ponto de freqüência.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, os servidores ‘afastados’ deveriam se deslocar aos seus postos de trabalho somente para assinatura da folha de frequência, o que incide em ato de improbidade administrativa, como previsto no artigo 11 da Lei nº 8.429/1992.

Ao vice-prefeito caberá fazer um levantamento da situação de todos os servidores afastados, com a respectiva folha de pagamento e lotação. Os documentos com essas informações deverão ser entregues em um prazo de 10 dias ao Ministério Público, a contar da data de sua posse.

A Justiça determinou ainda a expedição de ofício à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Axixá, para providenciar a posse do substituto da prefeita, além de haver encaminhado ofício à rede bancária onde o município possui contas, para que a partir da decisão, não mais reconheçam a titularidade da prefeita eleita e agora afastada.

De acordo com a Assessoria de Comunicação do município, a prefeita Roberta Barreto está reunida nesse momento com sua equipe técnica e jurídica para se posicionar sobre o assunto.

Blog do Luis Cardoso

0 comentários :

Postar um comentário