.

.

.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Roseana despreza vozes das ruas e nada fala sobre protestos contra seu governo

Em pouco mais de uma semana ocorreram dezenas de manifestações por todo o estado. Mais de 30 mil manifestantes já bateram à porta do seu governo. Incrivelmente, nesse espaço de tempo, não se ouviu um pio da governadora Roseana Sarney. Não há nem notícia de que ela esteja no Maranhão.

foto-4-entrevista-coletiva-lauro-vasconcelos

Roseana despreza e ignora vozes das ruas contra seu governo.

Integrante de uma oligarquia que nunca foi afeita ao diálogo e tampouco a conversar com a população, Roseana preferiu montar uma aparato de guerra que impedisse que os manifestantes chegassem perto do Palácio dos Leões. A ordem era reprimir.

Desde grades de ferros a um batalhão inteiro da polícia instalado no Palácio, a governadora refugiou-se sem ao menos emitir uma nota para dizer pelo menos ser a favor dos protestos bem como seu governo é democrático e receptível aos protestos.

Mas parece que não é.

Nenhuma declaração, nenhuma palavra. Nem um porta-voz sequer para falar por ela. Com a atitude, Roseana mostra indiferença ao povo e sinaliza que pouco está preocupada com as vozes das ruas, em sua maioria de indignação ao seu governo. Sinal de que às reivindicações contra sua gestão sequer serão avaliadas. Continuaremos no atraso, na miséria e estagnado.

Com esse gesto de desprezo, Roseana e seu grupo político continuam governando com a mesma política característica da oligarquia: forma autoritária, truculenta e unilateral. Quem só perde somos nós!

por johncutrim

1 comentários :

  1. E alguem achava que isso não iria acontecer. Esse povo tem que cair fora do Maranhao.

    ResponderExcluir