.

.

Curta o rei no Facebook

.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Conselho de Gestão do Governo do Maranhão é imoral, afirma Simplício Araújo

Há um mês, o governo do estado do Maranhão criou, através de Medida Provisória, o Conselho de Gestão Estratégica do Governo do Estado. O deputado federal Simplício Araújo (PPS/MA) denunciou nessa quinta-feira (27), o uso do conselho para empregar aliados da governadora. Para ele, o "bolsa eleição" é 20130618151543_20130618_046AM_BFimoral e demonstra o desespero da oligarquia com as eleições de 2014.

"A criação desse conselho é a forma que o governo do estado inventou de empregar aliados, esposas de prefeitos e ex prefeitos. É uma forma de comprar o apoio político para as eleições que se aproximam. Cada reunião desse conselho vai custar mensalmente R$ 1,2 milhão aos cofres estaduais. Por ano serão gastos R$ 14.461.200,00 milhões e isso é um absurdo, uma imoralidade, um desrespeito com a população do estado", afirmou o deputado.

Inicialmente o Conselho comportaria apenas os secretários, mas foi ampliado para 40 membros e, por meio de recente medida provisória, aumentou 156 vagas, totalizando 206 conselheiros, que recebem mensalmente R$ 5.850.

Ponte em Itapecuru - Mirim - O deputado voltou a criticar a forma como o governo estadual vem se posicionando a respeito da conclusão da ponte em Itapecuru - Mirim.

"O governo do estado agora diz que não tem responsabilidade sobre isso. Coloca a culpa no DNIT.  Para entregar as retroescavadeiras que Dilma mandou pro Maranhão é com Roseana; para inaugurar UPAS do Ministério da Saúde da presidente Dilma, é com Roseana; para prometer refinaria com o dinheiro da Petrobrás, é com Roseana. Agora o problema da ponte de Itapecuru-Mirim, que enche o saco do povo da cidade e de todos os municípios da região há mais de um ano, é problema só da presidente. A entrega dessa ponte é um problema de todos nós e não apenas de um ou outro governo. Ficar jogando a responsabilidade para o governo federal é assumir que não é competente para cuidar de seu povo. Eu já cobrei e vou continuar cobrando seja do DNIT, seja do governo estadual a entrega dessa ponte e não me calarei diante de ameaças de quem quer que seja", finalizou o deputado.

0 comentários :

Postar um comentário