.

.

Curta o rei no Facebook

.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Dissociada da realidade Câmara de Açailândia vota projeto para tercerizar mão de obra no município

Aprovado política de cooperativismo que vai possibilitar terceirizar serviços públicos em Açailândia

Açailândia - A câmara municipal de Açailândia acaba de aprovar lei que institui a politica publica de cooperativismo do município de Açailândia. A lei tem como pano de fundo a tentativa da prefeita municipal de Açailândia driblar a proibição de contratar sem concurso publico.DSC_0526_thumb[2]

O projeto é prenuncio de possíveis irregularidades em desvio de dinheiro publico já que as cooperativas em questão estão sendo criadas com incentivo e sobe abatuta (condução) da prefeitura utilizando amigos e aliados políticos como o único objetivo de celebrar convênios e contratos com a prefeitura tendo privilégios e por vezes dispensas de licitação para que possa ser aparelhado a maquina administrativa da prefeitura no intuito de locupletar amigos parentes e aliados.

O vereador canela foi o único parlamentar a votar contrario ao projeto, já que após discursão com entidades como CDVDH e SINTRASEMA e Ministério público, o parlamentar compreende que o projeto é maléfico e abre um grave precedente para que o município passe a contratar servidores terceirizados, na tentativa van de evitar a legislação que proibi contratados nos quadros da prefeitura.

Segundo o vereador canela a promotoria de justiça do maranhão comarca de Açailândia já tem posição formada contraria a utilização de cooperativas para contratar pessoal ou para burlar leis como das licitações. E todas as ações desta lei serão acompanhadas de perto pelas promotorias de justiça.

Veja o que penssa as entidades sobre o projeto:

Entidades repudiando projetos de Lei da prefeitura de Açailândia. Cooperativismo e reeparcelamento do IPICEMA

5 comentários :

  1. Pois é, Rei, não se aprende com os erros do passado, o tanto de estrago que o "cooperativismo e a terceirização" da mão-de-obra deu pro município (empresas dos Galletti, Prefeitura com Coimbra, etc).

    Se MP fizer sua parte, não passa, a lei será anulada...

    ResponderExcluir
  2. Olha aí Ministério Público e aprovados do ultimo concurso 2012 da prefeitura de açailandia, vocês que ainda não foram chamados, fiquem de olho pois essa lei vem querer contraditar o que está na constituição federal.....isso é jogo politico gente, essa prefeita sem diplomacia para com o povo de açailandia, quer garantir sua reeleição, NEPOTISMO já era, ok!!!!!!!!!!!!!! MINISTÉRIO PÚBLICO DE AÇAILANDIA CONTAMOS COM VOCÊS.

    ResponderExcluir
  3. O CNJ e STJ precisam saber dessa avacalhação, pois estão tirando o direito líquido e certo de nomear o restante dos aprovados do último concurso de 2012 da prefeitura de açailandia, por causa de interesses pessoais de contratar tais cooperativas para terceirizar pessoas para trabalhar, sim interesses pessoais, pra mesma (prefeita) garantir sua reeleição, com apadrinhamentos...enquanto os que suaram e estudaram estão ameaçdos a ver navios.Que este Blog competente e o orgão Ministério Publico de Açailandia não permitam essa insanidade.

    ResponderExcluir
  4. Só sei que até o data de vencimentos do concurso publico vai chover de mandado de segurança dos concursados para assumirem seus cargos e não adianta terceirizar serviço, pois juiz nenhum vai deixar de ser a favor dos aprovados em um concurso que não venceu ainda. Pode esperar prefeita...

    ResponderExcluir
  5. Nem sei como vai ficar a nossa cidade e o nosso país cheio de corruptos, conheço pessoas que nem moravam em Açailandia no ano de 1994 e no entanto por apadrinhamento do prefeito anterior hoje tem uma portaria da época(1994) sendo que nem morava na cidade.

    ResponderExcluir