.

.

.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

A liberdade de imprensa precisa ser respeitada, afirma Simplício Araújo

O deputado federal Simplício Araújo alertou para o perigo que ronda o meio jornalístico do Maranhão e do país. Com as sucessivas denúncias de censura e perseguição por parte do governo do Estado aos profissionais da comunicação que se recusam a seguir a cartilha do governo, o parlamentar afirmou que a liberdade de imprensa, marco de uma democracia, precisa ser respeitada.

No mais recente episódio, um jornalista teve seu programa semanal retirado do ar após entrevista com o pré-candidato da oposição, Flavio Dino.MAIS-JORNALISTAS

“Primeiro o jornal O Estado de São Paulo foi censurado e desde 2009 está proibido de noticiar qualquer coisa que remeta ao empresário Fernando Sarney. No cenário local, o jornalista Clodoaldo foi injustamente e inexplicavelmente demitido após publicar uma matéria que revelara os subterrâneos da comunicação governista. Agora o radialista Gilberto Lima teve seu programa de rádio retirado do ar por conta de supostas pressões palacianas”, afirmou o parlamentar.

De acordo com Simplício, se o governo for censurar todos os profissionais de comunicação que denunciam o que ocorre no estado, a presidente Dilma, que já planeja importar engenheiros e professores nos moldes do 'Mais Médicos', precisará criar o 'Mais Jornalistas' para suprir a carência dos profissionais. "É preciso que o Sindicato dos Jornalistas fique atento", finalizou.

0 comentários :

Postar um comentário