.

.

Curta o rei no Facebook

.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Audiência Pública discute melhorias e redução nas pasagens do transporte coletivo, em Açailandia


AçailândiaAssim como em todo Brasil, a deficiência do transporte público Audiencia 1do município de Açailândia foi tema de uma audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira (4) na câmara municipal. Entre os itens em discussão estar o valor da tarifa cobrada pela empresa viação São Francisco que opera o transporte coletivo no município.

Participaram da audiência, estudantes (movimento Açailândia Acordou), sociedade civil organizada, representantes da viação São Francisco, vereadores, secretários municipais, policia militar, promotores de justiça e juízes de direito.

De acordo com a promotora de Justiça Camila Gaspar Leite da 5ª promotoria de Açailândia, até o final do ano passado a tarifa cobrada era de R$ 2,00, no inicio deste ano teve um aumento de R$ 0,50, passando a ser cobrado do usuário R$ 2,50, que matematicamente representa um aumento de 25%, se tornado assim mais cara do que a tarifa cobrada na capital do estado São Luis e outras grandes cidades Brasileiras. O sociedade e o ministério publico exigiram que a prefeitura reduza os preços das passagens para no máximo R$ 2.10, a prefeitura pediu 15 dias para analisar a redução do preso das passagens .

Durante sua fala, o Sr. Antonio Durão, representante da empresa Viação São Francisco fez algumas reclamações, como por exemplo, o trabalho dos táxis lotação, que segundo ele é irregular e que se torna uma concorrência desleal.

Aproveitando o Ensejo, estudantes universitários, representados pelo jovem Felipe Coelho (UFMA) aproveitaram para cobrar também o passe livre para estudantes, pois segundo eles a empresa tem reais possibilidades de atender.

A audiência que tem como objetivo melhorar o transporte público no município foi uma iniciativa da promotora de justiça Camila Gaspar Leite e que contou com o apoio de demais órgãos.

Audiencia 2

Por Antonio Marcos

0 comentários :

Postar um comentário