.

.

.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

O panfleto ordinário da família Sarney

Por Márcio Jerry Saraiva Barroso

O panfleto ordinário da família Sarney, jornal o Estado do Maranhão, adotou uma linha editorial de agressiva oposição ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior desde o primeiro dia de gestão. Aliás, o EMA faz oposição a Edivaldo antes mesmo do governo começar.

1234374_1384407775125445_1033609657_nNão há critério, há só a determinação autoritária e intolerante de “bater” no prefeito. Edivaldo Holanda Júnior, afinal, não reza na cartilha da oligarquia, representa um movimento de renovação da política no Maranhão e, quanto atrevimento !, é aliado de Flávio Dino.

Não importa avaliar a situação real de São Luís, avaliar os seus déficits, reconhecer as demandas represadas por décadas, nada disso vale. O prefeito tem, vocifera o jornal, que resolver os problemas e implantar as propostas apresentadas na campanha em 8 meses. É uma postura sectária de quem não aceita a alternância, de quem não admite que outras forças e lideranças assumam o comando dos municípios e do Maranhão.

Os ataques histéricos do EMA vão continuar. Mentirão cada vez mais. Dedicarão páginas e páginas para agredir o prefeito e sua equipe.

Mas enquanto eles atacam, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior trabalha com firmeza. Os resultados já aparecem e aparecerão cada vez mais, de forma sustentável. Não adianta “colocar os carros na frente dos bois”, ensina o dito popular. E o governo não se desviará do foco, do que está planejado. A mudança, lembramos, se faz passo a passo.

Se o EMA fosse um jornal sério, já tinha motivos para fazer autocrítica. Se resolver adotar uma linha de mínima razoabilidade terá brevemente muitos motivos para pedir desculpas ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

0 comentários :

Postar um comentário