.

.

.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Pr José Alves Cavalcante é alvo de Denuncia de abuso sexual contra menor, denuncia abre crise no concelho tutelar.

ONDAS DE DENÚNCIAS NO DISQUE 100 ENVOLVENDO POLÍTICOS CAUSAM DESCRÉDITO NO CONSELHO TUTELAR
  • A principal denúncia, alvo inclusive de montagem de dossiês, envolveria o PR. José Alves Cavalcante.
Efetivamente Açailândia continua estampada nas manchetes dos noticiários estaduais quando o assunto em tela é a exploração sexual de crainças e adolescentes.
Desta feita, um vazamento de informações sigilosas por parte de um conselheiro tutelar, tem provocado um estrago inimaginável no grupo político liderado pela prefeita Gleide Santos, envolvendo peças fundamentais do seu governo cita-se o vice-prefeito Jucelino Oliveira e o capelão e líder máximo da Igreja Evangélica downloadAssembléia de Deus Pr. José Alves Cavalcante.
Informações publicadas pelo blogueiro Antonio Marcos dão conta que o Conselho Tutelar de Açailândia (CONTUA) suspendeu por trinta de suas funções como Conselheiro Tutelar, Glen Hilton Soares pereira, conhecido como “Azeitona”, sob a acusação de o mesmo ter provocado “vazamento” de denúncia do disque 100, por lei, todas as denúncias efetivas ao disque 100 sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes devam ser mantidas em sigilo absoluto, princípio legal este, quebrado por Glen. De acordo com o Regimento Interno, o vazamento de informações de dentro do órgão é expressamente proibido pelo artigo 19 do Conselho Tutelar.
Órgão competente em fiscalizar os atos dos conselheiros tutelares, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Açailândia (COMUCAA) constituiu uma Comissão Especial, presidida pela Assistência Social) e Luis Henrique Silva Sousa da AMA (Associação de Moradores de Açailândia).
Após a fase de investigação e apuração dos fatos, que deva ser concluída no próximo dia 20 de setembro, a Comissão Especial do COMUCAA deverá emitir seu parecer e este será votado pelo plenário do conselho.
O possível “vazamento” de denúncias, conforme os indícios e os elementos que deverão ser investigados, bem como possíveis omissões ou negligências das autoridades em apurá-las e dar-lhes respostas efetivas, tem causado descrédito no Conselho Tutelar de Açailândia, tanto é que muito já se esquivam até mesmo de denunciar, pois não acreditam mais na ação por parte dos conselheiros.
As denúncias:
942164_736173579731209_114650017_n
Conforme publicou Antonio Marcos em sua home Pag na internet, o vazamento da denúncia perpetrada pelo conselheiro tutelar Azeitona, serviria para alimentar um possível dossiê que estaria sendo montado pelo vice-prefeito Jucelino Oliveira.
Em contato com a reportagem do Jornal do Maranhão, Jucelino Oliveira afirmou que tais denúncias de montagem de dossiês são evasivas e sem consistência, que não faz parte do seu perfil pessoal e político se utilizar de elementos que possam denegrir a imagem e a moral de pessoas, para que possa tirar benefícios políticos de tais feitos.
O vice-prefeito de Açailândia, afirmou ainda abominar a exploração sexual de crianças e adolescentes, tanto é que a época da presença da Comissão Parlamentar de Inquérito em Açailândia, intercedeu junto ao Senador Magno Malta para que os trabalhos da CPI se fizessem presentes no município.
Se existe alguma denúncia efetiva no sistema nacional Disque 100 sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes, devam as autoridades competentes investigar e denunciar à Justiça tais abusos praticados contra menores, concluiu Oliveira.
Em apuração feita por este noticioso, o nome envolvido na denúncia do Disque 100 e que teria sido vazado pelo conselheiro tutelar Glen Hilton, o Azeitona, envolve o nome do Pr. Cavalcante. Motivo este que tal notícia, bem como a denúncia e seu possível vazamento tem causado verdadeiro frisson no meio político local.
Com a palavra o Conselho Tutelar sobre a denúncia efetivada no disque 100 tendo como denunciado o Pr. Cavalcante, e o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Açailândia sobre o possível vazamento da denúncia efetivada pelo conselheiro Glen Hilton. Tanto o Ministério Público como a sociedade em geral aguardam providências e repostas dos órgãos competentes.
    • publicado pelo “Jornal do Maranhão”, edição 528, Açailândia-MA, 14 a 20 de setembro de 2013, página A5)

8 comentários :

  1. rei12 p.f investigue pq as ex-mandatarias da educação de Açailandia estão todas de atestado medico por ñ poderem ficar dando aula para 40 alunos. Investigue e divulgue

    ResponderExcluir
  2. o que acho é que estão esquecendo da denúncia de averiguar e estão preocupado só quem vazou a denúncia, agora pergunta, quem me garante que a denúncia não procede? e se não procede porque esse rapaz esta sendo investigado. fica a reflexão! os outros blog falam com tanta certeza que o pastor é inocente, será que é mesmo? vamos solicitar do COMUCAA QUE INVESTIGUE O CASO DE DENÚNCIA, PELO QUE PECEB

    ResponderExcluir
  3. Qualquer cristão adoece dando aula para 40 aluno nos de hoje.è muito melhor ser limpador de chão do que professor, faça um teste!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quem nunca vai adoecer é IVANETE CAVALO, Augenora corujinha, Monica cara de f... tambem nunca foram lá. Essa ai não adoecem mesmo.

      Excluir
  4. Cara você ja ta enchendo o saco, fica postando essas coisas sem nem uma procedência, depois que a mão de Deus pesar sob suas costas, não venha pedir oração para os crentes não viu. vai procurar o que fazer, se não tem nada de serio pra postar, pois fecha o blogue, seu mentiroso de uma figa.

    ResponderExcluir
  5. A denuncia se refere a um menor ...se é mentira ou verdade o Cavalcante tem que se pronunciar ele fica calado em tudo na igreja QUE CALA CONSENTE se fosse um pequeno já tinha afastado do cargo como ele é o presidente o povo fica com medo ...tem uns crente babão e medroso cade os jeremias os profetas de Deus? Só tem é babão nessa igreja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. abestado já que vc acha que é verdade porque não se identifica fala mal de uma pessoa que você nem conhece e ainda se identifica como anonimo quem não tem identidade não exite e nem tem credito.

      Excluir
  6. E verdade querido Deus pensa a mao sobre pessoas q dao falso testemunho...talves seja por isso q ele pastor cavalcante esteja pagando o preço de suas acusaçoes...ele sabe muito bem do q estou falando...a paz esteja com todos...vamos deixar a justiça averiguar tudo e Deus tomar a direçao.

    ResponderExcluir