.

.

Curta o rei no Facebook

.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

População de Açailândia vai as ruas pedir o fim da onda de violência e justiça

Moradores da Vila Ildemar, maior bairro de Açailândia, começaram por volta das 07h00 desta quinta feira (03) um protesto pedindo paz e justiça. No dia em que a vila completa 20 anos, eles foram às ruas reclamar da falta de segurança no bairro. No mês passado, a adolescente Letícia Guedes, 16 anos, foi morta pelo ex-namorado a facadas na Praça do Patizal. O crime ocorreu poucos metros de distancia do Posto Policial, que  fica localizado no local onde tudo ocorreu. No momento não havia policiais.

Até o momento o principal acusado de assassinar brutalmente a jovem com quatro facadas, Magno, está solto. A população do bairro, alvo constante de assaltos, está preocupada com a falta de policiamento e segurança. O fato de até o momento o acusado de ter matado Letícia Guedes, não ter sido preso foi o principal motivo para os populares sair pelas ruas do bairro com faixas clamando por justiça. Para a polícia é questão de honra prender o acusado.

A caminhada teve inicio com dois grupos, o primeiro deles partiu da frente do centro de abrigo dos idosos já o segundo grupo saiu do Quartel da Companhia independente de Polícia Militar. Ambos se juntaram na Praça do Patizal, local onde ocorreu o assassinato.

O pai da vítima, Beapino, participou de todo o trajeto e disse que espera dia e noite para que a justiça seja feita.

O Major Eurico Alves, comandante geral da Polícia Militar, esteve acompanhando a caminhada. Em sua fala garantiu que vai trabalhar por mais segurança para aquela comunidade e reafirmou que a prisão de Magno vai acontecer. 

“A sociedade precisa de uma resposta, é questão de honra prender este rapaz. Vou enviar mais viaturas para a Vila Ildemar e estas gangues que querem "tocar o terror" serão punidas. Não estamos aqui para brincar, estamos aqui para garantir a paz e segurança" finalizou Eurico Alves

Por Maicon Sousa

1 comentários :

  1. O secretario de segurança veio a açailandia mas nada prometeu para melhorar a segurança da cidade. Ficou mostrando estatisticas e ele mesmo admitiu q o maranhão possui a menor proporção de policiais por população. Enquanto isso em açailandia bandidos aterrorizam a população assaltos homicidios sequestros e o major da policia falando pra agradar a população enquanto bandidos estao soltos

    ResponderExcluir