.

.

Curta o rei no Facebook

.

domingo, 13 de outubro de 2013

Reunião acerta últimos detalhes para a implantação do Banco da Cidade

Roberto Rocha, vice-prefeito de São Luís, e o vereador Roberto Rocha Júnior se reuniram com o superintendente do Banco do Nordeste, Helton Mendes, para alinharem os projetos para a implantação do Banco da Cidade

Em reunião realizada na manhã de hoje o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, o Secretário Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Marcelo de Araújo, o vereador Roberto Rocha Filho e o superintendente estadual do Banco do Nordeste  (BNB), Helton Mendes, acertaram os últimos detalhes da implantação do projeto Banco da Cidade.

Durante o encontro, na sede da Superintendência Estadual do Banco do Nordeste no Maranhão, o vice-prefeito, o vereador e o BNB decidiram pela inclusão de produtores rurais ludovicenses como beneficiários do projeto Banco da Cidade, que será lançado oficialmente até o final deste mês.

O Banco da Cidade de São Luís é um projeto resultado de um acordo de cooperação técnica entre o Banco do Nordeste e a Prefeitura de São Luís com o objetivo de disponibilizar produtos e serviços financeiros do Programa de Microcrédito Urbano do BNB, o Crediamigo, para atender a demanda dos empreendedores de São Luís.

Para isso, o poder público municipal, por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento vai disponibilizar 50 colaboradores para atuar como promotores dos serviços, sendo responsáveis por identificar as demandas em potencial para o microcrédito, realizar palestras informativas junto aos potenciais clientes, coletar dados cadastrais e encaminhar os empreendedores ao Programa Crediamigo, a fim de agilizar o acesso ao crédito produtivo e acompanhado.

O vereador Roberto Rocha Filho, autor do projeto que cria o Banco da Cidade, afirma que incluir o setor rural como beneficiário do projeto é resultado da observação da capacidade produtiva que a região detém.

“São Luís é uma das capitais brasileiras com maior área de zona rural e com considerável capacidade de produção. Percebemos nisso uma oportunidade de incluir esses produtores rurais nos benefícios do acesso ao microcrédito produtivo e orientado do Banco do Nordeste e, assim, tornar a produção ludovicense economicamente viável”, assegura.

Com essa inclusão, o Programa de Microcrédito Rural do Banco do Nordeste, o Agroamigo, estará atuando também como um dos instrumentos do Banco da Cidade.

“O acordo de cooperação que institui o Banco da Cidade mostra que, somando esforços, multiplicamos oportunidades. Por meio dos programas Agroamigo e Crediamigo do Banco do Nordeste, estaremos traçando ações conjuntas voltadas para a ampliação do acesso ao crédito, gerando oportunidades de ocupação e renda para os ludovicenses”, destaca o Superintendente do BNB, Helton Mendes.

A solenidade de lançamento do Banco da Cidade deve acontecer ainda este mês, com a participação de todas as instituições envolvidas em sua execução.

Para o vice-prefeito Roberto Rocha, o Banco da Cidade é um dos principais produtos que a Prefeitura vai oferecer à população.

“Este é um projeto que já foi amplamente discutido na Câmara de Vereadores de São Luís, exatamente pela sua importância aos microempreendedores de nossa cidade. Com o Banco da Cidade, faremos o crédito chegar a quem realmente precisa de recursos para desenvolver seus negócios e ainda beneficiaremos todos os envolvidos nessa cadeia produtiva”, conclui.

Participaram ainda da reunião o Gerente Estadual de Microfinanças Urbanas do Banco do Nordeste, Allanison de Oliveira, a Gerente Executiva Estadual do Programa Nacional da Agricultura Familiar, Ana Zélia Queiroz, o Gerente de Negócios de Governo, César Ney Teixeira, e o Agente de Desenvolvimento, Edvaldo Coqueiro.

0 comentários :

Postar um comentário