.

.

Curta o rei no Facebook

.

domingo, 10 de novembro de 2013

Bandidos tocam terro no Maranhão e acua o estado incapaz de proteger seus cidadãos

  • Loucura! Bonde dos 40 entra em guerra com a polícia

Blog do Luis Pablo

É uma verdadeira loucura a guerra que está acontecendo entre a facção denominada de “Bonde dos 40″ e a Polícia Militar do Maranhão.

O Blog do Luis Pablo foi informado que membros do bonde mataram hoje (09) o polícia militar Francinaldo Sousa Pereira, de 41 anos, com 19 tiros de pistola. A execução ocorreu na Vila Nova.

Segundo informações, os criminosos estão em uma Hilux de cor preta e armados até com metralhadoras. Eles estão tocando terror nos trailers da PM, onde mataram um militar e balearam o sargento Marco Antonio Correa Cutrim e uma moradora no Bairro de Fátima.

A motivação dos crimes seria uma resposta da facção por conta da morte dos bandidos “Cesinha” e “Tobinha” – suspeitos do assassinato do policial militar reformado Leônidas Rabelo Silva, 57, o “Cabo Silva”, morto no último dia 08/10 no bairro do Cohatrac.

Cesinha seria um dos integrantes do Bonde dos 40, por essa razão a facção prometeu executar na noite de hoje vários policiais.

Abaixo a foto de um polícia executado na Vila Nova:

1

A Secretaria de Segurança Pública emitiu a seguinte nota:

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) informa que o Serviço de Inteligência, com apoio de homens do Batalhão de Choque e do helicóptero do Grupo Tático Aéreo – GTA, que está sobrevoando áreas de São Luís, está à procura dos envolvidos na morte do soldado Francinaldo Sousa Pereira, durante ataque, neste sábado (9), a um trailler da polícia, na Vila Nova.

A ação da SSP busca identificar, ainda, criminosos, que também num ataque a outro trailler da polícia, balearam o sargento Marco Antonio Correa Cutrim e uma moradora no Bairro de Fátima. Ambos foram levados para o Centro Cirúrgico do Socorrão I.

  • Dois ônibus incendiados em menos de seis horas em SL

Mais um ônibus foi incendiado no fim da tarde deste sábado (9) chegando a dois o total de atentados a coletivos na capital maranhense. O último caso registrado foi no ponto final da linha Bequimão. Durante a tarde um ônibus da linha Alto da Esperança – Tamancão também foi alvo de bandidos.

De acordo com cobradores e motoristas que estavam no local três homens chegaram ao local, subiram no ônibus da empresa Primor e, depois de roubar a cobradora obrigaram os passageiros a descer do veículo. Em seguida derramaram gasolina no interior do veículo e quebraram suas luzes internas. Até os pertences da cobradora foram queimados.

  • Insegurança total! São Luis amanhece com menos policiais nas ruas

Por Luís Pablo

Chacina. Essa é a palavra que define o objetivo que a facção criminosa denominada como “Bonde dos 40″ pretendia fazer ontem, dia 9, em São Luís-MA.

Em apenas uma noite, integrantes da fPM morto dentro do trailer no bairro Vila Novaacção tentaram eliminar vários policiais militares que estavam em seus postos de trabalho fazendo a segurança da população.

Foi tocado terror nos trailers da PM nos bairros de Fátima e Vila Nova. O resultado foi a morte do soldado Francinaldo Sousa Pereira, de 41 anos, que foi executado com 19 tiros, e o sargento Marco Antonio Correa Cutrim e uma moradora no Bairro de Fátima, que foram baleados e estão internados no Socorrão I.

A capital maranhense amanheceu com menos policiais nas ruas e com a sensação de insegurança, que aumenta a cada ação de uma facção, seja do Bonde dos 40 ou do PCM (Primeiro Comando do Maranhão).

É preciso mais do que uma reunião entre autoridades, como aconteceu da última vez após a rebelião em Pedrinhas. É preciso uma atitude. É preciso por em prática. É preciso um choque de gestão no Sistema de Segurança. Do contrário, São Luis será dominada por facções.

Abre o olho, Roseana!

1 comentários :

  1. A policia militar está refém desse comando incopetente, policiais são obrigados a trabalharem com apenas dois homens nessas cidades do interior, ficarem sozinhos em traileres nas margens de rodovias federais, que inclusive não é local de policia militar, mas os comandantes insistem ate contra a vontade da prf em manter a pm nas rodovias, se arriscando a acontecer o que houve em são luis. Os proprios policiais não podem falar nada, a não ser de forma anônima, caso contrario sofrem duras perseguições nos quarteis. Está mais do que na hora de haver uma revolução na esrutura das polícias começando por mudar desde o secretario de segurança ate os comandantes de batalhões. Eu quero poder chegar em casa e encontrar minha família, com segurança depois de um dia de trabalho. DESABAFO!

    ResponderExcluir