.

.

.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Roberto Rocha debate problemas do Maranhão com população

Em continuidade com os debates promovidos pelo movimento do campo da oposição no Maranhão, o vice-presidente do PSB e pré-candidato ao Senado, Roberto Rocha, esteve neste fim de semana nas cidades de Santa Quitéria e São Bernardo. Entre os temas abordados, Rocha falou sobre projetos há anos previstos para os municípios e que nunca foram colocados em prática.

errCom o objetivo de levar ideias novas para mudança no Maranhão, o pré-candidato a senador Roberto Rocha está percorrendo o interior tanto em debates do PSB quanto os eventos promovidos pelas legendas da oposição.

Em Santa Quitéria, Rocha falou sobre a pobreza do Maranhão lembrando que os índices do estado são causados por um extenso tempo de abandono com investimentos que somente beneficiam grandes empresas. Ele afirmou que mesmo utilizando meios do estado como o Porto do Itaqui, essas grandes empresas não deixam saldos para a população maranhense.

“Temos um passado de abandono, portanto, cabe a nós, em 2014, a chance de recomeçar, ajustando nossas velas para o Maranhão avançar”, afirmou Roberto Rocha.

Em São Bernardo, o vice-presidente do PSB esteve com os deputados Simplício Araújo (federal) do Solidariedade e com Rubens Pereira Júnior (estadual) do PCdoB. Os parlamentares falaram sobre a falta de política pública para as famílias das zonas rurais.

Segundo eles, são 14 anos de uma administração estadual que pouco fez pelas comunidades rurais do Maranhão. Ainda de acordo com eles, há uma inversão de valores na atual política que privilegia mais a concentração de renda nas mãos de poucos deixando a população na pobreza.

Parceria – Ainda em São Bernardo, Roberto Rocha falou do período em que exerceu o mandato de deputado federal, ocasião em que trabalhou para fechar parcerias importantes para a comunidade rural como a presença no estado da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

O pré-candidato ao Senado falou ainda do momento do aumento da insegurança no Maranhão ocasionado, segundo ele, pela falta de investimentos na segurança como aumento do efetivo policial - o Maranhão tem o menor percentual de policial militar por habitante do Brasil.

Roberto Rocha e lideranças dos partidos do campo de oposição estiveram ainda em Chapadinha. Em todos os municípios, o pré-candidato a senador ouviu as principais demandas da população.

0 comentários :

Postar um comentário