.

.

Curta o rei no Facebook

.

domingo, 2 de março de 2014

Novos PMs recém-formados e ainda não nomeados, são obrigados trabalhar no carnaval pra furar greve.

20140221-022616

A governadora Roseana Sarney presidiu, na noite desta quinta-feira (20), a solenidade de formatura, e não nomeação, dos 800 alunos do curso de formação de Policiais Militares, de um total de 1.800 aprovados no mais recente curso de formação realizado no Estado do Maranhão. A formatura, realizada no Comando Geral da Polícia Militar (Calhau), foi apenas um ato simbólico certificando que os alunos concluíram e foram aprovados no curso de formação de PM, estando apitos a serem nomeados por portaria pela própria governadora Roseana Sarney, o que os efetivaram como servidores do estado e Policiais Militaras.

download (1)Irresponsavelmente o Governo Do Estado, ainda não publicou no diário oficial o ato nomeando-os como novos policiais, porem eles já estão sendo forçados a trabalhar, enquanto o governo anunciando que aumentou a segurança no carnaval com a formação desses policiais, na pratica eles estão sendo obrigados a trabalhar no vácuo, em uma vacância jurídica já que não são de fato e direito investidos na função de Policiais Militares.

Esta aberração jurídica cria diversos problemas, entre eles, os formandos não poderão lavrar os autos de apreensão e todos os presos por estes podem ser soltos já que não teria em tese legalidades na ação, sem falar que os 1.800 homes e mulheres recém-formados, estão nas ruas colocando suas vidas em risco pelo Estado, sem ter qualquer garantia de seus direitos, caso um seja ferido ou até morto em ação, não terão direito as garantias que um PM regularmente nomeado tem.

ASSEPMMA - Associação Servidores Militares, vê com preocupação esta manobra do Governo do Estado, primeiro colocando em risco a vida de homens e mulheres sem qualquer garantia legal e em segundo os obrigando a trabalhar na tentativa de frustrar o movimento grevista dos Policiais e Bombeiros Militares Do Maranhão

0 comentários :

Postar um comentário