.

.

.

sábado, 26 de abril de 2014

Onde estava Lobão?

Toda eleição custa caro. Não é fácil transformar gente péssima que não tem a mínima capacidade para administrar em “gente competente”, taí o resultado, Sarney anunciou Roseana como a “redentora”, mas no final de seu 4º mandato, o Maranhão está quebrado, no fundo do poço, sem falar que, por pouco não fez dela a “primeira presidenta do Brasil”,(entenda aqui).

Lá vem outra bomba…

O Maranhão de pai para filho...O suplente de senador, Edinho Lobão (PMDB) está ocupando há 4 anos a vaga do pai, senador Edison Lobão, que, logo após vencer a eleição para o senado, tirou licença para assumir o cargo de ministro das Minas e Energia.

Durante 4 anos sentado na cadeira do Legislativo, como senador da República, nunca foi visto pelo Maranhão, nem muito menos no cenário político, nada fez para melhorar a Segurança, Educação, Saúde da população maranhense. Se nada fez, deve pensar, o senador (sem votos), que está tudo bem.

Se está tudo bem,  mudar, pra quê, então, Edinho?

Por falar em bomba, sabem como Edinho pretende acabar com os problemas de decapitações em Pedrinhas, jogando uma bomba lá dentro. É preciso ser muito bom em administração pública para isso, nem Nero, que tocou fogo em Roma faria melhor (entenda clicando aqui).

Bom de negócios.

“Edinho tem porcentagem de tudo neste imenso Maranhão”…

Dizem, as más línguas, que Ayrton Sena, durante uma entrevista ao humorista Jô Soares, afirmou que Edinho era milionário, que possuía uma mansão de dar inveja aos maiores milionários do planeta.

Antes de ser transformado no “novo produto” da oligarquia, Edinho ascendeu meteoricamente como empresário no ramo dos pães. Se eleito governador, deverá colocar o Maranhão de volta ao eixo do desenvolvimento, que, por décadas foi impedido pelos que sempre ocuparam o governo, ou seja, Roseana Sarney, e até seu próprio pai.

por: ricardo santos

0 comentários :

Postar um comentário