.

.

Curta o rei no Facebook

.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Abandonado na gestão de Zé Inácio problemas do INCRA de imperatriz explodem.

IMPERATRIZ – Mais de 120 famílias dos trabalhadores rurais do Movimento Sem Terra (MST), continuam acampadas na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Imperatriz.

Os trabalhadores dos acampamentos Batata da Terra, Mata Verde, Rosely Nunes e Cipó Cortado, do município de Senador La Rocque iniciaram a ocupação da sede do Incra desde da última segunda-feira (26).

Com a saída do superintendente do INCRA no Maranhão Zé Inácio, para se candidatar a Deputado Estadual, e os assentados já cansados do tratamento há anos impostos por Zé Inácio ao órgão no Sul do Maranhão, que vinha levando os assentados na conversa, e tratando como segundo plano todos os problemas dos assentados da região, não restou outra opção se não a manifestação a fim de chamar a atenção do próximo gestor para os problemas. Da região já que Inácio fez vistas grossas durante todo o período que foi gestor. 

1383534_746811145343475_1678924851_nEntre as pautas de reinvindicações está a revitalização do prédio do Incra que, segundo ela, encontra-se abandonado e reintegração de posse de cerca de 180 famílias que foram despejadas 22 de janeiro do ano passado.

“Queremos que o governo reveja a situação dessas famílias que foram desalojadas, através do Programa do Governo Federal Terra Legal. São mais de três anos tentando negociar as mesmas pautas. Percebemos aqui com todo este mato, que o Incra encontra-se abandonado”, desabafou a liderança.

1 comentários :