.

.

Curta o rei no Facebook

.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Prefeita Gleide Santos inaugura o 5º Restaurante da Família de Açailândia

Cumprindo mais uma etapa do seu plano de governo, a prefeita Gleide Lima Santos (PMDB) inaugurou o 5º Restaurante Popular no modelo do “Projeto Resgate da Famíliaprojeto resgate8” – Na semana passada Gleide entregou a população de Açailândia o primeiro “Restaurante Popular Municipal”, em um novo modelo, com refeições a apenas R$ 2,00, localizado no Centro da cidade”. Essas são algumas das inúmeras ações sociais do governo da prefeita Gleide Santos que estão transformando Açailândia.

O 5º restaurante popular no modelo do “Projeto Resgate da Família”, onde além da alimentação, é oferecida a população toda uma estrutura com assistentes sociais, advogados, psicólogos e uma gama de políticas públicas que antes não contemplavam as famílias mais carentes do município, foi inaugurado na manhã de segunda-feira (16), no Bairro do Jacú, um dos bairros mais populosos de Açailândia. A prefeita Gleide Santos (PMDB) esteve acompanhada da Secretária Municipal de Assistência Social, Zetinha Sampaio; da vereadora e presidente da câmara Lenilda Costa (PMN); do Deputado Estadual Hélio Soares e demais secretários municipais.

Esse mais novo investimento na área social vai atender milhares de pessoas em vulnerabilidade social e carentes de políticas públicas, com uma ala exclusiva para atendimento às crianças – O projeto já estava instalado em 04 bairros diferentes como a Vila Ildemar, Pequiá, Novo Bacabal e Vila Capeloza, e servia diariamente mais 1.000 refeições. Com o funcionamento desse 5º restaurante no Bairro do Jacú, o projeto está sendo ainda mais ampliado. E nesses próximos dias será inaugurado o 6º restaurante popular no modelo do “Projeto Resgate da Família”, no Plano da Serra.

projeto resgate6De acordo com a prefeita Gleide Santos, o “Projeto Resgate da Família” não proporciona somente a alimentação para população mais carente do município de Açailândia, mas também a dignidade desse povo. “A alimentação é muito importante, pois sabemos que na nossa cidade ainda existe muita gente que quando chega na hora do almoço não tem o que oferecer para seus filhos, e isso dói demais. Tem famílias que quando tem o almoço, não tem a janta e vice versa. Infelizmente cuidar de gente mais carente acaba desagradando algumas pessoas e isso é lamentável, mas vamos continuar com nosso propósito, pois o benefício que fazemos pra nós mesmos, nós levamos para túmulo; agora o bem que fazemos ao nosso próximo se perpetua”, disse Gleide.

projeto resgate7

0 comentários :

Postar um comentário