.

.

.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

CHAMEM A PF >> Suposto esquema coloca em risco candidatura de Alcino para presidência do CREA-MA

Já preocupados com a possibilidade de uma rejeição por parte dos profissionais regidos pelo CREA-MA, Alcino, presidente do conselho em exercício e envolvido em escandalosos casos de corrupção – que terá que ser eleito para que seus e squemas de corrupção não seja descobertos – está apelando para mais um ato irregular, desta vez pagando as taxas de registros/anuidades de profissionais técnicos (que é menos oneroso). Segundo um informante do blog, o recurso utilizado nesse ato é das diárias que alimentam o “CAIXA 2”.

Alcino deve expicações sobre suposto esquemaProfissionais do conselho, segundo o denunciante, aliciam e reúnem os profissionais, normalmente com dificuldades de quitar seus débitos, garantindo assim como esses pagamentos, segundo eles, o compromisso do VOTO no candidato do Alcino.

Segundo levantamento feito pelo delator, já contam com cerca de 60 técnicos regularizados junto ao CREA. Fala-se que o presidente Alcino estaria autorizando o recolhimento de um valor menor que o previsto na Resolução que trata do assunto, além da utilização de funcionários (no gabinete) para cadastramento de profissionais eleitores. Essa prática vai de encontro ao Art. 60, incisos “d” e “e”, da Resolução 1021, do CONFEA, e é CRIME ELEITORAL. “Chamamos a atenção desses profissionais, pois podem também serem punidos”. “Isso é caso de Polícia Federal”, esbraveja o acusador.

Já até criaram no próprio gabinete do Alcino uma “central de registro de profissionais onde os profissionais (normalmente de nível médio) captados nas escolas CEMP, UNICEUMA, GOLD ICEP, etc… são regularizadas (registradas) com documentação incompleta e com as taxas pagas a menor pelos laranjas de Alcino- Estão criando o chamado CURRAL ELEITORAL NO CREA-MA.

“O PROFISSIONAL, INCLUSIVE O TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO, TEM QUE REAGIR A ESSA PRÁTICA QUE É CRIME”.” Denúncia encaminhada via e-mail ao Blog do Neto Cruz

O Blog do Neto Cruz teve acesso a prints com exclusividade. Vejam a negociação. Neles, está claramente evidenciado o que foi supracitado, CRIME ELEITORAL.

“Walber Jardim”, que segundo informações é um funcionário do Gold Icep, Instituto de Capacitação Ensino Profissionalizante, é responsável pela ‘captação’ de profissionais eleitores. Vejam os prints e tirem vocês mesmos suas próprias conclusões. É necessário que a polícia ou até mesmo o MP tomem uma medida enérgica.

Fonte Neto Cruz

0 comentários :

Postar um comentário