.

.

Curta o rei no Facebook

.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Insatisfeito com rumo do governo Flávio Dino secretário Dutra pede pra sair

Tudo bem que ele nem chegou a ser nomeado, mas Domingos Dutra (SD), foi anunciado e deveria tomar posse no dia 2 de fevereiro com secretário-chefe de Representação Institucional no Distrito Federal, pois aguardava o fim do seu mandato como deputado federal, que terminou no último dia 31 de janeiro. Mas isso não vai mais acontecer. Na última quinta-feira (5), Dutra enviou uma carta ao governador Flávio Dino (PCdoB), informando que não será mais secretário. No documento ele apresentou seus motivos.

Em contato com Domingos Dutra, ele não quis revelar o teor da carta e os motivos de sua desistência do cargo, mas apontou que são questões pessoais. "Eu quero deixar bem claro, eu não fui exonerado, eu desisti de assumir o cargo por questões que não vou expor a imprensa e deixarei reservada ao governador, através da minha carta", declarou.

No dia 30 de janeiro, Domingos Dutra (SD), se envolveu em uma polêmica com o atual governo ao em entrevista à Folha de São Paulo , declarar: “Do ponto de vista jurídico, é evidente que não caracteriza nepotismo. Sob o ponto de vista político, não deixa de ser um certo incômodo, porque afinal de contas a gente vinha se debatendo com o grupo Sarney”. A fala foi referente ao conjunto de nomeações feitas por Flávio Dino a parentes de aliados em seu governo.

Dutra diz que agora seguirá suas atividades no ramo jurídico com um escritório no bairro do Maiobão em Paço do Lumiar e diz que a principio não tem planos políticos, porém torce pelo sucesso do governo. Sobre o Solidariede, ele diz que permanece no partido.

Em relação a secretaria em Brasília, o ex-deputado informou que chegou a conhecer a estrutura e apresentou um plano de trabalho para o governador, antes mesmo dele tomar posse no dia 1 de janeiro. Porém Dutra não soube responder o nome das pessoas que estão trabalhando na pasta no Distrito Federal, mas que já existem adjuntos respondendo pelo setor.

Em contato com este jornalista Diego Emir, Domingos Dutra encerrou com a seguinte frase: "não quero fazer disputa política com ninguém neste governo".

A frase sugere o clima a que estão submetidos os secretários de Flávio Dino, que não tem autonomia para nomearem suas equipes e tomarem suas decisões.

O secretário estadual de Comunicação, Robson Paz (PCdoB), foi procurado para comentar o assunto, porém não atendeu a ligação. O mesmo contato foi tentado com o secretário estadual de Articulação Política e Assuntos Federativos, Márcio Jerry (PCdoB) e este também não atendeu.

Deu no Diego Emir

0 comentários :

Postar um comentário