.

.

Curta o rei no Facebook

.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Eleição do concelho tutelar de Açailândia pode ser fraldada por grupo monopolista

A rede de proteção do direito da criança e do adolescente em Açailândia vem sendo monopolizado há décadas por meia dúzia de pessoas que por anos a fio tração estratégias para manipular as eleições e permanecer indefinidamente nos cargos seja pelo salario seja pelo poder de manipulação politico.

Mais uma vez este grupo liderado pelo pelo Ex-Assessor do Conselho, Raimundo Rodrigues e pelo presidente do COMUCAA Ismael Martins, tenta aprovar uma resolução esdrúxula e ilegal já que fere a legislação municipal e nacional, com regras que favorecem suas eleições e a manutenção de seus bons salários, entre as regras querem voltar a montar chapa em substituição à candidatura avulsa isto favorece os profissionais do direito da criança, pessoas que vivem profissionalmente do salario que conseguem com os cargos na rede de proteção da criança e adolescente.

É preciso que o Ministério Público tome medidas para garantir uma eleição limpa transparente, onde todo e qualquer cidadão com direitos políticos possam votar e ser votado, e que a vontade do voto direto e secreto seja garantido, evitando assim subterfúgios, como antiguidade na função, exames de legislação ou qualquer método subjetivo de avaliação.

3 comentários :

  1. Caro “Rei dos Bastidores”:

    O Presidente do COMUCAA, postou no facebook, a informação a seguir.
    As questões referentes ao processo de escolha do CONTUA são – e sempre foram- transparentes, e divulgadas. As boas e as ruins, como se pode conferir dos processos de esolha anteriores, sobretudo a partir da escolha com voto direto, facultativo, do eleitorado.
    Em 2010 e 2013, por exemplo, o COMUCAA lidou com muitos problemas e denúncias, que foram divulgados, embora nem tod@s resolvidos...
    Se desprende de sua notícia uma questão bastante discutida e polêmica, que tem sido uma espécie de “lobby” de conselheir@s e ex-conselheir@s tutelares, através de suas representações corporativas-classistas nacional, estaduais e microrregionais, buscando “influenciar e até interferir no processo de escolha”.
    Infelizmente, isto constatei em outubro de 2014, em Brasilia, evento promovido pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e pelo CONANDA, tratando do assunto com Conselhos Estaduais e Municipais, e um GT Nacional especifico.
    A maioria dos conselhos estaduais e municipais dos direitos da criança e do adolescente (a quem caberá em cada município regulamentar e conduzir o processo de escolha, eu deve iniciar oficialmente até dia 03 de abril, culminando com a votação e a posse nacional unificada, dias 04 de outubro e 10 de janeiro de 2016, respectivamente) reclamam desta “interferência”.
    O que também ocorre é que em boa parte dos municípios brasileiros, conselhos municipais não existem, ou estão “desativados”, mas os conselhos tutelares existem e funcionam (bem ou mal...) em praticamente todos municípios brasileiros, daí que em muitos municípios, o que pode acontecer na prática, é o próprio conselho tutelar “organizar e conduzir” seu processo de escolha...


    ***********************************************************************************************

    A Comissão Provisória, criada pelo COMUCAA, para trabalhar uma proposta de adequação, principalmente nas leis 132/97 e 136/97 da politica de atendimento, a criança e adolescente, se reuniu hoje dia 02/03, para tratar do assunto e Eleição do Conselho Tutelar. Além dos membros da comissão: Eulália dias do Norte, Thais Gabriely, Edna Maria e Antonio Silvestre do CONTUA. Também se fez presente a convite, o Promotor, Gleudson Malheiros, Dr. Erno Presidente da OAB, o representante da Associação dos conselheiros tutelares do Maranhão Raimundo Rodrigues e esse amigo que vos fala, Ismael Martins, presidente do COMUCAA.

    ResponderExcluir
  2. Que lixo !!! ao invés de peocupar com milhares de criança que espera por ajuda e se unirem para melhorar essa rede, o que vejo nessa matéria desse blog é uma preocupação simplismente pelo lugar no conselho tutelar e pelo salario, Vergonha, Vergonha ....

    ResponderExcluir
  3. Impresionante,pensei que nem existisse mais Conselho Tutelar em Açailândia, a mais de dois anos vejo a atuação desse povo. Interessante que não é pública nenhum cometário das outras noticias,será porquê?

    ResponderExcluir