.

.

Curta o rei no Facebook

.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Escândalo de propina faz Rosângela Curado perder poderes na Secretaria de Saúde

A pedetista Rosângela Curado, subsecretária de Saúde no Governo Flávio Dino, perdeu os poderes que tinha na pasta, após o escândalo que estourou sobre proprinagem no pagamento de empresas, que prestaram serviços para o governo passado.

Rosângela CuradoO Blog do Luis Pablo apurou que Curado teria determinado o pagamento para as empresas Rem, Diagnosel e Fughicom. Segundo informações, foi pago mais de R$ 3 milhões para as três empresas.

Há uma forte suspeita de que os donos dessas empresas teriam pago propina para que o dinheiro fosse repassado. Por conta disso, o secretário de Saúde, Marcos Pacheco, mandou suspender todos os pagamentos e disse que nenhum débito do governo passado será pago.

Antes de tomar a decisão, Pacheco comunicou o que estava acontecendo ao secretário Márcio Jerry, que concordou com a determinação do secretário.

Rosângela Curado estava tendo todo esse poder na SES, porque foi indicação dela o Gestor do Fundo Estadual de Saúde, que vinha fazendo tudo que ela mandava.

E justamente para evitar isso, o secretário Marcos Pacheco deixou tudo sob o controle da Emserh (Empresa do Servidor do Recursos Humano) – órgão que já existia, mas não tinha autonomia e que agora vai comandar tudo por causa do escândalo envolvendo a subsecretária de Saúde.

0 comentários :

Postar um comentário