.

.

Curta o rei no Facebook

.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

AÇAILÂNDIA - Execução penal é tema de reunião com titular da Sejap

cessos: 112

Reunião discutiu execução penal em Açailândia

A execução penal na Unidade Prisional de Ressocialização de Açailândia foi tema de uma reunião realizada na quarta-feira, 13, entre os representantes de instituições que atuam na execução penal no município e osecretário de Estado de Justiça e Administração Penitenciária, Murillo Andrade.

Reuniao secretario SEJAP

A reunião ocorreu na sede das promotorias de Justiça de Açailândia e contou com as presenças da promotora de justiça Sandra Fagundes Garcia, titular da 6ª Promotoria de justiça, do juiz titular da 5ª Vara de Açailândia, Pedro Guimarães Júnior, dos defensores públicos Thiago Amin Castro e Clara Florentino e Silva, do diretor da Unidade Prisional de Açailândia, Michell Melo Ramos, e do diretor do Centro de Triagem de Imperatriz, Alberto Dumont de Bello Neto.

Na ocasião, foram discutidos 21 itens relativos à execução penal, entre os quais a chegada de mais agentes penitenciários, monitores, viaturas novas e outras questões de ordem administrativa.

O secretário informou que, num prazo de cinco meses, serão enviados entre 10 e 12 agentes penitenciários para a unidade prisional. Nesse período, esses profissionais passarão por cursos de capacitação e de tiro, dentre outros.

Murillo Andrade afirmou que serão contratados 44 monitores para substituição dos atuais. Em 90 dias, será contratada, ainda, uma equipe de acompanhamento, formada por assistente social, pedagogo, terapeuta ocupacional, psicólogo, assistente jurídico e quatro técnicos de enfermagem.

OUTROS ITENS

Outro ponto abordado foi a aquisição de viaturas para a comarca. Segundo o secretário, cada unidade terá no mínimo uma viatura, num prazo de 90 dias. Ainda foram debatidas questões relativas a fardamento e alimentação dos detentos, contratação de médico, escolta de presos para São Luís, apuração de faltas disciplinares, revista íntima e projeto de educação de jovens e adultos.

Redação: CCOM-MPMA

0 comentários :

Postar um comentário