.

.

Curta o rei no Facebook

.

sábado, 12 de setembro de 2015

HOJE É O MEU ANIVERSÁRIO! ¨JUSCELINO OLIVEIRA¨


Hoje é meu aniversário! Estou feliz! Aliás, muito feliz! Fazer aniversário é olhar para trás com gratidão e seguir em frente acreditando no milagre da renovação. Muito obrigado por todas as manifestações de afeto que recebi neste dia tão especial para mim.

Agradeço de todo coração por me aceitarem como sou: Amigo, companheiro e determinado naquilo que me proponho a fazer. Por vezes, sou polemico quando necessário, mas não fico cego para o bem que sempre existe. Há muita gente lutando por nobres causas...


Quero continuar a viver ao lado de gente humana, muito humana, assim como vocês... Contei meus anos e descobri que Poderia ficar triste por ter a certeza que tenho menos tempo pra viver do que já tive até agora. Em outras palavras, tenho mais passado do que futuro... Contudo, uma força sobrenatural me diz que o homem só começa a morrer na idade, quando perde o entusiasmo pela vida. – Você é este entusiasmo!


Portanto, minha alma tem pressa... Quero Viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda amplitude... Sem medo, nem culpa de sentir prazer. A cada dia, quero criar e recriar a vida, a nossa própria imagem e semelhança. Vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito e nem pudor. 
Enfim, hoje é meu dia... Eu quero um presente... Não é muito pra você, mas é extremamente importante para mim:


– Primeiro: A tua amizade! Pois na amizade, todos os pensamentos, todos os desejos, todas as esperanças nascem e são partilhadas sem palavras, com alegria. Amigos são anjos que nos deixam em pé, quando nossas asas têm problemas em se lembrar de como voar...

- Segundo: O teu amor! Não tenha piedade em doar o amor que existe dentro de você... O amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte. A cada dia que vivo mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos. Nas forças que não usamos e na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-se do sofrimento, também perde a felicidade. Lembre-se: É triste não ser amado. Mas é muito mais triste não ser capaz de amar o teu próximo.

MUITO OBRIGADO A TODOS VOCÊS!

JUSCELINO OLIVEIRA

1 comentários :

  1. ÓRGÃO ESPECIAL
    Sessão do dia 9 de setembro de 2015
    AGRAVO REGIMENTAL Nº. 42386/2015 - SÃO LUÍS
    Agravante: Gleide Lima Santos
    Advogado: Sebastião da Costa Sampaio Neto
    Agravado: Ato do Desembargador Raimundo José Barros de Sousa
    Relator: Desembargador Lourival de Jesus Serejo Sousa
    ACÓRDÃO Nº.
    EMENTA

    AGRAVO REGIMENTAL. MANDADO DE SEGURANÇA CONTRA DECISÃO NOUTRO MANDADO DE SEGURANÇA. ATO IMPUGNADO REFORMADO POR DECISÃO DIVERSA, PROLATADA PELA PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. EXTINÇÃO DO WRIT. DESISTÊNCIA DA AÇÃO MANDAMENTAL QUE ORIGINOU O ATO COMBATIDO. DESNECESSIDADE DE ANUÊNCIA DO PEDIDO DE DESISTÊNCIA EM MANDADO DE SEGURANÇA.
    1."O Plenário do Supremo Tribunal Federal, no julgamento do RE 669.367/RJ, sob o regime da repercussão geral (art. 543-B do Código de Processo Civil), adotou o entendimento segundo o qual a desistência em mandado de segurança é prerrogativa de quem o propõe, e pode ocorrer a qualquer tempo antes do trânsito em julgado, sem anuência da parte contrária e independentemente de já ter havido decisão de mérito e de ser desfavorável (denegatória da segurança) ou favorável ao autor da ação (concessiva)." (AgRg na DESIS no REsp 1452786/PR, Rel. Ministro HUMBERTO MARTINS, SEGUNDA TURMA, julgado em 24/03/2015, DJe 30/03/2015)
    2. Extinta a ação mandamental na qual o ato impugnado fora combatido, ou afastada a pretensão material por decisão diversa do ato impugnado, o mandado de segurança resta prejudicado.
    3. Agravo regimental improvido.

    ACÓRDÃO

    Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDAM os senhores desembargadores do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, por votação unânime, negar provimento ao agravo, nos termos do voto do relator, que integra este acórdão.

    Participaram do julgamento os desembargadores Antônio Fernando Bayma Araújo, Jamil de Miranda Gedeon Neto, Cleones Carvalho Cunha, Nelma Celeste Sarney Costa, Anildes de Jesus Bernardes Chaves Cruz, José Joaquim Figueiredo dos Anjos, Lourival de Jesus Serejo Sousa, Kleber Costa Carvalho e Ricardo Tadeu Bugarin Duailibe, sob a presidência da desembargadora Cleonice Silva Freire.

    Funcionou, pela Procuradoria Geral de Justiça, a procuradora Terezinha de Jesus Anchieta Guerreiro.

    São Luís, 9 de setembro de 2015.


    Desembargador Lourival Serejo
    Relator

    ResponderExcluir