.

.

Curta o rei no Facebook

.

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Em Açailândia, DMT e Polícia Recolhem Coletes de Flanelinhas Por Exercício Ilegal da Profissão



Com intuito de regularizar os profissionais que atuam como guardadores de veículos e fiscalizar aqueles em que se encontram exercendo a atividade de maneira ilegal, a Polícia Militar em parceria com o DMT realizou, na manhã desta terça-feira (11/10), uma ação de orientação e notificação.

Para o Diretor do Departamento Municipal de Transito de Açailândia, Oscar Fernandes, os agentes de trânsito trabalham no sentido de notificar os profissionais que continuam atuando como guardadores não legais. Já existe no BRASIL uma lei NACIONAL, regulamentando a profissão de guardador de veículos e lavador de carros, no município de Açailândia a profissão ainda não foi regularizada.

E devido ás inúmeras reclamações de cidadãos. Com Informações até de agressões contra mulheres e de extorsões, os homens que atualmente atuam nesta área como de flanelinhas, nós não temos conhecimento de quem realmente são eles, de onde eles vieram. Eles estão exercendo uma função irregular, ganhando dinheiro, não pagam impostos e na maioria das vezes alguns destes homens são até usuários de drogas.

Além de alguns serem CLARAMENTE usuários de drogas, as próprias Polícias Civil e Militar através de levantamentos dão conta que muitos destes homens, que atualmente trabalham como flanelinhas são até traficantes de drogas. Vários deles estão usando coletes como forma de disfarce mais, muitas das vezes eles estão mesmo é abastecendo o mercado de drogas e o que é pior com o aval da sociedade.

Uma das nossas preocupações em nosso município e garantir a segurança da população, o Departamento Municipal de Transito não conta com nenhum levantamento ou cadastro destes homens, nós não temos nenhum deles cadastrados no nosso sistema, não sabemos de fato quem são estas pessoas, temos essa preocupação porque quando a POLÍCIA prendeu uma pessoa que foi acusada de roubo com mandado de prisão em aberto em nosso município e essa pessoa trabalhava  nas Ruas da Cidade como guardador de veículos. 

Essa situação é como se pegássemos uma RAPOSA e colocasse para tomar conta de um galinheiro. Por esse motivo estamos realizando essa fiscalização que é uma medida que o DMT esta tomando para fazer valer no município a Lei Brasileira, proibindo a partir de hoje esse tipo de serviço irregular.

O DMT já tentou por várias vezes cadastrar esse pessoal, todas as vezes que os agentes de trânsito fizeram abordagem eles nunca estão com os documentos de identificação, então a medida é mais corretiva para que o departamento possa realizar o cadastro geral, e por isso estamos aqui tirando os coletes deles, e ao mesmo tempo convidando eles para que a partir desta data apareçam na sede do DMT para que seja levantada uma ficha de identificação com todas as informações para controle e segurança.

A Certeza que temos é que a maioria das vezes essas pessoas que dizem que são flanelinhas na verdade são pessoas de outras cidades, que vem aqui para nosso município para passarem o dia recolhendo alguns trocados e moedas, para depois irem embora usar suas drogas ou comercializarem entorpecentes sem nenhuma fiscalização.

Segundo Oscar Fernandes, na operação punitiva ninguém resistiu na entrega dos coletes, o diretor reforçou que conversou de forma educada e amigável com eles, explicando o motivo desta medida, esclarecendo, que os agentes de transito estarão nas Ruas convidando os mesmos para que se dirijam até a sede do departamento municipal de transito (DMT) para fazerem seus cadastros pessoais, objetivando que os mesmos se enquadrarem nas exigências das leis, porque a lei 6.242 que trata da regulamentação da profissão do guardador de carros e lavador ela tem alguns requisitos que precisam ser preenchidos.

Oscar Fernandes ressaltou ainda, que o poder público municipal não tem nenhuma intenção de mandar esses homens embora da cidade, o que DMT quer, é legalizar a atividade exercida de forma irregular, nós já estamos discutindo com o Ministério Publico Estadual do Maranhão juntamente com a Associação Comercial de Açailândia, para que seja criada no município uma ZONA AZUL, onde serão legalizados todos os profissionais que vão guardar os carros e que vão também colaborar na organização do transito. Atualmente existe uma discussão com vários setores da sociedade civil para legalizar e organizar a atividade de flanelinha em Açailândia.

Josinaldo Smille

1 comentários :

  1. seria ainda mas correto se retirassem também os flanelinhas da rua , pois a maioria são usuarios de drogas , que estão ali fingindo de trabalhadores só para sustentar o vicio da droga, se fossem para sustentar a famIlia aí sim seria corretos eles ficarem ali para arrumar um trocado para levar para dentro de casa.
    ESSA É MINHA OPINIÃO !

    ResponderExcluir