.

.

Curta o rei no Facebook

.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Prefeito Juscelino Oliveira e ACIA procuram encontrar soluções para minimizar crise do desemprego com a venda de Siderúrgica para a Suzano



A Diretoria do Centro Empresarial de Açailândia, (ACIA, SICA e CDL), além do Prefeito Juscelino Oliveira, outras lideranças, empresários, representantes do STIMA e SICAM, vereadores eleitos, além dos secretários de governo Sininger Vidal e Cleones Matos, assim  como o Assessor de Planejamento, o Engenheiro Vinicius Cabral, estiveram reunidos no Centro Empresarial de Açailândia objetivando encontrar soluções coletivas para o setor Siderúrgico e Industrial de Açailândia com a venda da empresa Pindaré para a Suzano Papel e Celulose.
Na pauta da reunião constou a criação de Lei Municipal, a proposta da empresa Suzano para uso e ocupação do solo em Açailândia, estudo do impacto na região, mapeamento das florestas do município, as novas propostas de investimentos, aproveitamento da prestação de serviço local, além de outros assuntos que devem amenizar o impacto ambiental e econômico em Açailândia, assim como em outros municípios da região.
“Uma vez que a Suzano não nos procurou, iremos buscar os devidos conhecimentos e direitos jurídicos e em seguida procurar a diretoria da empresa Suzano, analisar a proposta para o nosso município. Nos reuniremos também com a diretoria do consórcio COMEFEC, além de prefeitos de: Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Santa Inês, que também serão afetados com a venda da siderúrgica, e isso, significa dizer que, cerca de 10 mil pessoas devem ser atingidas com estas medidas”, finalizou o Prefeito Juscelino
A problemática foi discutida e apresentada pela classe empresarial à toda imprensa local, assim como ao Prefeito Juscelino Oliveira, que na ocasião demonstrou grande preocupação e interesse sobre a grave situação que poderá passar o município com a rescisão de contrato de mais de 1.200 trabalhadores da siderúrgica Vale do Pindaré, que perderão seus empregos até o final do ano, sendo eles, a maioria   pais ou arrimos de famílias.
Juscelino Oliveira disse que a venda da siderúrgica vai causar sérios e graves problemas para o município, ocasionando um impacto ambiental e também a questão do desemprego. O gestor   irá buscar soluções junto ao Governo do Estado, reunindo-se com entidades, técnicos da área florestal e do Meio Ambiente para fazer um estudo e análise desta situação e posteriormente buscar orientação do Governador Flávio Dino.

0 comentários :

Postar um comentário