.

.

Curta o rei no Facebook

.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Caus na saudê de Imperatriz: Com atraso na cirurgia, mulher tem perna amputada

Uma mulher de 39 anos deu entrada há 25 dias no Hospital Municipal de Imperatriz, o Socorrão, para realizar apenas uma angioplastia (intervenção cirúrgica destinada a reparar um vaso deformado), mas teve sua perna amputada na manhã  de onte,(9), por atraso na cirurgia.

A irmã da paciente, Franceli Santiago informou que o hospital não realiza esse tipo de cirurgia, mas um médico angiologista disse que se ocorresse a compra de material, estimado em 10 mil reais, o procedimento seria realizado. “ Ele garantiu que se fosse comprado este materiais no valor de dez mil reais ele faria esse tratamento nela, só que ele ficou nos enrolando e infelizmente minha irmã está perdendo a perna hoje”, relata.

A sobrinha da paciente, Djiulla Stefanny Santiago, conta que ela chegou no Socorrão com um problema de circulação no dedo do pé, e teria que ser amputado, mas não fizeram a cirurgia porque a região estava muito inflamada. Logo depois, o problema avançou para o pé, mas o médico responsável afirmou que não precisaria operar. Os familiares da mulher ainda tiveram gastos de mais de quatro mil reais com remédios.

Com a demora na cirurgia, o problema avançou toda a perna, e na manhã de hoje, a mulher deu entrada a sala cirúrgica para o amputamento da perna.

“Cadê a justiça de Imperatriz? O Socorrão deveria estar ajudando a gente, era para estar salvando vidas! Se ela tivesse feito a cirurgia que dizem que aqui não faz ela não teria que ficar sem a perna. Minha mãe e minha tia estão há mais de 20 dias sem dormir porque não tinha quem ajudasse a socorrer. Todo mundo que sofre no Socorrão, sofre e morre aqui dentro porque ninguém liga”, protesta a sobrinha da paciente.

0 comentários :

Postar um comentário