.

.

Curta o rei no Facebook

.

sexta-feira, 3 de março de 2017

Madeira detona com Assis Ramos: “Imperatriz está um caos”

O ex-prefeito Sebastião Madeira concedeu, ontem quinta-feira (2), uma entrevista bombástica contra o atual prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (PMDB). Madeira não gostou nada do decreto de emergência publicado por Assis o qual justifica a inércia da gestão anterior como causa do caos no município.

“O prefeito Assis declarou estado de emergência porque sua administração não dá conta de cuidar da cidade”, disparou Madeira. “A cidade está mergulhada em um caos e não é falta de dinheiro”, completou.  Sebastião Madeira negou que tenha deixado um rombo de R$ 37 milhões de reais nas contas da prefeitura. “Isso é uma mentira deslavada. No dia 30 de dezembro não tinha sido pago a folha de funcionários, então tinha R$ 14 milhões depositados para pagar a folha. Na verdade ficou 10,5 milhões de dívida, esse foi o débito que ficou na saúde. Ninguém diz que na Educação eu deixei dinheiro para pagar todas as contas e tinha mais um saldo de três a quatro milhões”, explicou ele, ao lembrar que quando assumiu seu primeiro mandato, em 2009, havia 155 milhões em dívidas.

De acordo com Madeira, nesses dois meses de administração o prefeito Assis Ramos já recebeu R$ 24 milhões para a saúde. “O que acho que está ocorrendo é uma tremenda má vontade. Sabemos que o dinheiro de Imperatriz não é suficiente pra saúde, eu disse isso a vida toda, o prefeito tem que jogar dinheiro do tesouro pra completar. Mas ele tem que fazer o que fiz, tem que se humilhar pro governo federal. Eu fiz acordo com o Jackson Lago, fiz acordo com a Roseana Sarney, fiz acordo com o Flávio Dino para salvar a cidade”, declarou o tucano.

Durante a entrevista, o ex-prefeito informou que o governo federal já repassou para Imperatriz cerca de 90 milhões de reais este ano. “Tem recurso suficiente para não deixar o município mergulhar no caos como está agora. Quando você pega na rodilha, você tem que carregar o pote”, finalizou.


0 comentários :

Postar um comentário