.

.

Curta o rei no Facebook

.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

TCE-MA e TCU promovem seminário sobre governança e gestão das contratações públicas

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU), realiza, no dia 09 de novembro, o seminário “Diálogo Público: Governança e Gestão das Aquisições”. A reunião acontecerá das 9h30 às 12h15 e das 13h30 às 16h30, no Auditório Armando Gaspar, no Sebrae/MA – Jaracati.

A ideia é apresentar e discutir as práticas de governança e gestão das contratações públicas implementadas pelos órgãos públicos sediados no Maranhão. O evento contemplará gestores da área de contratações das organizações públicas federais, estaduais e municipais, bem como entidades localizadas em nosso estado, vinculadas ao setor empresarial.

As inscrições devem ser realizadas por meio do link   https://goo.gl/bzQcrB , com vagas limitadas. O seminário será transmitido via canal oficial do TCU no Youtube, para aqueles que tiverem dificuldade de se deslocar. 

Dentre os palestrantes, estão a auditora do TCE-MA, Silvana Luiza Marinho Aranha Gama; a coordenadora de Planejamento Estratégico e Gestão do TRE/MA, Karla de Faria Abdala; o titular da Secretaria de Transparência e Controle do Estado do Maranhão (STC/MA), Rodrigo Lago; o auditor federal de controle externo, Carlos Renato Araújo Braga – diretor da 4ª Diretoria da Secretaria de Controle Externo de Aquisições Logísticas (Selog/TCU); e o consultor de empresas e órgãos governamentais, Roberval Figueiredo Souza, do Sebrae-MA.

A auditora estadual de controle externo do TCE-MA, Silvana Luiza Marinho Aranha Gama, da Consultoria de Controle Externo (Cotex), ministrará a palestra “SACOP: Transparência nas contratações públicas”. Em sua fala, a auditora discorrerá sobre a utilização adequada das funcionalidades do sistema de forma a atender às exigências do controle externo no que se refere a contratações públicas. “Apresentaremos a lógica do sistema, tiraremos dúvidas e faremos esclarecimentos sobre a sua operacionalização”, complementa Silvana.

0 comentários :

Postar um comentário